A cada 15 minutos, dois brasileiros são derrotados na Olimpíada, diz pesquisa

12ago2016_19h04

UNICAMP – Estudo inédito feito pelo Departamento de Frivolidades Aplicadas da Unicamp contabilizou as derrotas brasileiras nos Jogos Olímpicos. “Toda vez que eu ligava a TV, havia um brasileiro perdendo no tênis de mesa, na canoagem ou na natação. Minha equipe e eu decidimos, então, analisar o fenômeno. E concluímos que dois atletas tupiniquins são derrotados a cada 15 minutos”, explicou o estatístico Luiz Eugênio Motta. Enquanto ele fazia a explanação, Caio Bonfim ficava em quarto lugar na marcha atlética.

Paralelamente, o Instituto Brasileiro de Memes Engraçadinhos revelou os dados de outra pesquisa inédita. “Descobrimos que a imprensa brasileira é a única do mundo que valoriza colocações entre o sexto e o décimo lugares”, disse Admildo Xeco-Xeco. “Faz sentido. O atleta que perde é um vitorioso, porque participar da Olimpíada já é uma superação, e toda superação vale mais do que qualquer medalha”, ponderou o antropólogo Arnaldo Jabor.

No final da tarde, o piauí Herald divulgou uma terceira pesquisa, cujos resultados mais importantes são: Galvão Bueno detém o recorde mundial nos 200 metros sem vírgula e o número de casamentos de Fabio Junior é maior que a quantidade de medalhas de Michael Phelps.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.