Em carta, Dilma propõe luta greco-romana contra Temer

16ago2016_20h34

ARENA ALVORADA – Prestes a ficar de fora da disputa pelo bronze, Dilma Rousseff defendeu, em carta ao povo brasileiro, a realização de uma luta greco-romana com Michel Temer. “Pedi desafio no telão para questionar o impeachment. Se o juiz não deliberar, proponho decidir a questão no ringue”, desafiou a presidenta afastada.

Coube a Aloizio Mercadante explicar a escolha da modalidade. “A Grécia é o berço da democracia e Roma conseguiu a façanha de formar um verdadeiro Império sem empregar ninguém do PMDB.” Após uma pausa, concluiu: “E por que luta? Porque a luta continua, companheiros.”

No final da tarde, por meio de sua assessoria, Temer afirmou que não vai participar da cerimônia de encerramento da Olimpíada e da luta greco-romana com Dilma.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.