“Quem somos nós para julgar?”, indaga Gilmar Mendes no julgamento da chapa Dilma-Temer

04abr2017_19h17

BOTOCÚNDIA – Gilmar Mendes, presidente do Superior Tribunal Eleitoral, abriu o julgamento do processo de cassação da chapa Dilma-Temer nesta manhã com um alerta aos seus colegas ministros: “Excelentíssimos, peço que reflitam com cuidado sobre a ação em questão. Anular uma chapa presidencial requer um exame muito cuidadoso. Quanto mais tempo dedicarmos à análise dos autos, mais tempo será necessário, pois multiplicar-se-ão as evidências.”

Atônito, o colegiado escutou em silêncio as palavras de Mendes, que seguiu: “Ao longo dessa jornada, que por certo não acabará antes de 2018, fatalmente nos perguntaremos todos: quem somos nós para julgar? Precisamos reconhecer com humildade a precariedade da nossa condição de magistrado.”

Ao fim da sessão, Mendes fez um último apelo aos juízes: “Caso, no entanto, decida-se por dividir a chapa e avaliar as contas de cada candidato em separado, é fundamental que recobremos os nossos sentidos, honremos a toga que trajamos e defendamos com altivez e firmeza a governabilidade.”

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.