The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

Depois de comida de astronauta, Doria promete lançar ‘pobres’ ao espaço

18out2017_13h14

DASLUSP – Enganou-se quem apostou num recuou do prefeito de São Paulo diante da polêmica em torno da comida processada para a população em situação de rua. Na manhã desta terça-feira, João Doria recorreu à sua conta pessoal de Instagram para esclarecer a iniciativa “São Paulo para os paulistas”, “um Ciência Sem Fronteiras para supostos esfomeados”, segundo o tucano. As fronteiras em questão são as da atmosfera, uma vez que o projeto – do qual a distribuição da “comida de astronauta” é apenas a primeira etapa – promete enviar cerca de 300 moradores de rua para o espaço.

De acordo com Doria, a questão da população de rua na cidade de São Paulo é um ‘falso problema’, uma vez que os ‘supostos indigentes’ seriam, na verdade, anoréxicos expulsos de casa por famílias ‘fartas de ver o feijão estragar graças a pessoas obcecadas por magreza”. O prefeito também elucidou o nome do programa, afirmando que a cidade de São Paulo, ‘a única do Brasil que não cobra IPTU de mendigos’, criou uma ‘boquinha muito atraente’.

O secretário de Assistência Social de São Paulo, Filipe Sabará, em entrevista à revista Men’s Health, esclareceu a lógica da iniciativa, que recolherá alimentos vencidos de famílias de ‘anoréxicos que se passam por moradores de rua’, que por sua vez serão usados no fabrico do alimento. Vendo-se obrigados a comer a comida de que fugiram, os ‘supostos mendigos’ aceitarão a proposta de embarcar no foguete da esperança, ‘rompendo assim o ciclo da mendicância’.

Em nota, o prefeito de São Paulo afirmou que pretende usar o mesmo método para lidar com a questão dos ‘supostos índios que assolam o centro-oeste’.

Arquivo
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.