Cabral admite ter roubado medalha Fields para dar de presente a Adriana Ancelmo

01ago2018_19h12
Fontes dão conta de que Adriana Ancelmo teria achado a medalha brega e barata
Fontes dão conta de que Adriana Ancelmo teria achado a medalha brega e barata

ANTIQUARIUS – “Foi um mal-entendido”, disse o ex-governador Sérgio Cabral, diante de mais uma batida do Ministério Público e da Polícia Civil em sua cela Vip, no presídio de Bangu 8. “Eu ia dar pra Adriana de dia dos namorados. Achei que fosse só mais uma joia do Antonio Bernardo.”

Cabral se referia à medalha Fields – mais alta condecoração da matemática -, encontrada entre seus pertences minutos depois de ser furtada do matemático iraniano Caucher Birkar – que a havia recebido hoje pela manhã, em premiação ocorrida no Riocentro. O caso foi desvendado pela DCRFDCPEGSC – a Delegacia de Combate aos Roubos, Furtos e Desvios Cometidos Pelo Ex-Governador Sérgio Cabral -, divisão da polícia criada recentemente para investigar todos os roubos, furtos e desvios cometidos pelo ex-governador Sérgio Cabral.

Além da medalha Fields, a polícia e o MP acharam a taça Jules Rimet, a popularidade de Michel Temer, o superego de Jair Bolsonaro, uma declaração de Marina Silva, o pragmatismo de Lula e o carisma de Geraldo Alckmin na cela de Cabral. O Congresso Internacional de Matemáticos soltou uma nota, no fim da tarde, dizendo que vai entregar uma nova medalha Fields ao ex-governador, devido “à destreza, à elegância e à rapidez matemática de um furto tão bem calculado”.