Werner Herzog vai filmar “O Homem Ursal” com Cabo Daciolo na montanha

16ago2018_18h45
As novas produções de Herzog contarão com legendas, emojis e mensagens de WhatsApp
As novas produções de Herzog contarão com legendas, emojis e mensagens de WhatsApp

FOX NEWS FILMES – O candidato à Presidência da República Cabo Daciolo deve receber visita em seu retiro nas montanhas. Nas próximas semanas, uma equipe de filmagem do diretor alemão Werner Herzog vai se instalar no local para documentar o processo de isolamento e reflexão do candidato. Herzog vinha flertando com a ideia de dirigir os programas da campanha de Guilherme Boulos, mas mudou de candidato ao ver o vídeo de Daciolo  nas redes sociais. Boulos nos mostra as entranhas da sociedade. Daciolo é o retrato das entranhas. É uma colonoscopia da alma brasileira, conjecturou Herzog. A figura desse homem e seu tablet falando com seu Deus é um emblema da busca pela voz divina que se atribui ao povo, que nada mais é do que gado que marcha para o inexorável perecimento. Herzog definiu Daciolo como uma mistura trágica de Aguirre com Fitzcarraldo com Kaspar Hauser com Edmundo Animal”. Explicou: Ele entendeu que a natureza é caos, violência, Foro de São Paulo.

A atual situação política e econômica do Brasil atraiu o interesse do cineasta alemão, que pretende investir em outros projetos no país. Gosto do carnaval. O gemido da cuíca nada mais é do que um grito de desespero de quem se sabe diante da morte. O ritmo do tamborim é a alegoria perfeita do coração que bate descontrolado à beira do enfarte, explicou. Herzog também estaria planejando fazer uma joint venture com a rede de cabeleireiros Werner, que passaria a se chamar Werner Herzog. A ideia é que a cliente tenha seus cabelos transformados de maneira caótica, dolorida, randômica e violenta, como é a nossa passagem por essa vida que insiste em nos massacrar.

Um segundo projeto cinematográfico também estaria na mira de Herzog: Encontrei na funcionária fantasma de Bolsonaro minha nova musa. Wal Kinsky é a síntese de um Brasil que vende açaí e não existe, ao mesmo tempo que existe e alimenta sua própria alma de destruição, caos e auxílio-moradia. Um alimento doce como o sangue e gelado como um cadáver, acompanhado da granola do desespero e batido com banana.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Marcos Lisboa: “Me comparar a Paulo Guedes é demais”

Cotado como ministro da Fazenda em um governo do PT, economista responde a Ciro Gomes, que o chamou de “ultrarreacionário”

A janela de Haddad

A vulnerabilidade de Bolsonaro e a chance do candidato do PT

Sem a elite, sem (quase) nada

Em doze anos, Alckmin sai de 45% para 6% das intenções de voto no eleitorado que cursou universidade; eleitores migram principalmente para Bolsonaro

Lacrou: não entra mais nome novo na urna

Se um candidato morrer ou desistir, sua cara e seu número continuarão aparecendo na tela; TSE fechou os registros e diz que não muda mais

A nossa hora mais escura

O legado de trinta anos de democracia está em jogo nesta eleição

Bolsonaro e Haddad vão ao JN, bombam no Twitter e crescem

Jornal Nacional foi evento mais tuitado das campanhas dos candidatos do PSL e do PT; apresentadores viraram o assunto após as entrevistas

Por que mulheres trocaram Marina por Haddad, Ciro e Bolsonaro

De líder no voto feminino, candidata despencou para o quarto lugar; seu discurso é “sincero”, mas falta clareza, dizem ex-eleitoras

Bolsonaro não queria sair da Santa Casa

A história de como a família do presidenciável dispensou o Sírio-Libanês, contrariou a vontade do candidato de ficar em Juiz de Fora e aceitou a proposta do tesoureiro do PSL de levá-lo para o Einstein

Aluguel do PSL custa R$ 1,8 milhão à campanha de Bolsonaro

Ex-presidente do partido, Luciano Bivar recebeu sozinho, até agora, 28% dos gastos da cúpula nacional da sigla que cedeu ao ex-capitão

Antipetismo e democracia

O candidato do PT e o candidato do PSL não são dois lados da mesma moeda

1

Bolsonaro não queria sair da Santa Casa

A história de como a família do presidenciável dispensou o Sírio-Libanês, contrariou a vontade do candidato de ficar em Juiz de Fora e aceitou a proposta do tesoureiro do PSL de levá-lo para o Einstein

2

SUS salva Bolsonaro por R$ 367,06

Pago pelo sistema público brasileiro, cirurgião de veias e artérias de Juiz de Fora é tirado de almoço de família para achar e conter hemorragia no candidato

3

Aluguel do PSL custa R$ 1,8 milhão à campanha de Bolsonaro

Ex-presidente do partido, Luciano Bivar recebeu sozinho, até agora, 28% dos gastos da cúpula nacional da sigla que cedeu ao ex-capitão

4

Antipetismo e democracia

O candidato do PT e o candidato do PSL não são dois lados da mesma moeda

5

Ciro queima pontes com o Exército

Cúpula militar reage à declaração do candidato de que general Villas Bôas “pegaria uma cana” por falar de política; de “bom quadro”, pedetista vira “insensato”

6

Paulo Guedes contra o liberalismo

A história mostra que uma onda de ódio só chega ao poder quando normalizada

7

O fiador

A trajetória e as polêmicas do economista Paulo Guedes, o ultraliberal que se casou por conveniência com Jair Bolsonaro

8

O mínimo e o justo

Menos Estado gera mais justiça social?

9

Restam três para uma

Haddad, Ciro, Alckmin e a vaga contra Bolsonaro