Bolsonaro planeja levar exemplar de O Pequeno Príncipe para próximo debate

29ago2018_19h01
“Esse Pequeno Príncipe é uma mistura de comunista com monarquista e um péssimo exemplo pra juventude”, afirmou o candidato.
“Esse Pequeno Príncipe é uma mistura de comunista com monarquista e um péssimo exemplo pra juventude”, afirmou o candidato.

ESCOLINHA DO PROFESSOR MOURÃO – “É livro de criança transviada. Livro em que menino homem usa cachecol e capinha vermelha. Livro de moleque macho falando com rosa. Cadê a masculinidade? A virilidade? O gogó se formando? O bigode nascendo? Como fica a família brasileira diante dessa ameaça?” Foi com essas frases que o candidato Jair Bolsonaro anunciou que pretende levar um exemplar de O Pequeno Príncipe para o próximo debate na televisão. “E já anuncio também que quando eu for presidente, vou condecorar policial que matar 20 exemplares de cada livro subversivo.

A declaração veio depois de Bolsonaro criticar mais uma vez o livro Aparelho Sexual & Cia durante entrevista no Jornal Nacional de ontem. O candidato afirmou que o livro fazia parte do que batizou de “kit gay” distribuído pelo governo federal a escolas, apesar do livro não constar na lista de distribuição do Ministério da Educação. Sobre seus futuros alvos, afirmou: “É esse aí, O Pequeno Príncipe, que fica falando de moleque jardineiro na Lua, coisa de maconheiro pederasta. Tem também o Almanacão da Turma da Mônica, pois todo mundo sabe que a Mônica é uma clara alusão à Dilma”.

Do outro lado dessa briga estão as editoras, que vêem uma explosão na venda de livros para criança a cada protesto do candidato. Muitas editoras já estão lançando livros contando com a possibilidade de irritar o ex-capitão – na esperança de que, assim, as obras sejam difamadas em rede nacional, e ganhem algum fôlego no combalido mercado editorial. Entre os futuros lançamentos estão a segunda versão de Aparelho Sexual & Cia e a Constituição.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Zero Três vira o Zero Um entre Bolsonaros 

Eduardo é nome preferido do pai para embaixada em Washington, no lugar de diplomata mais ligado ao grupo de Flavio e a olavistas

Boatos sobre políticas públicas serão o foco da nova edição do projeto Comprova

Iniciativa, no ar a partir de hoje, conta com a participação da piauí e de mais 23 veículos de todo o país

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

Vozes do levante

As batalhas de poesia que têm transformado a vida de jovens das periferias chegam à Flip

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

Divino Amor – um Brasil distópico

Futuro apresentado no filme de Mascaro tem flagrantes dos dias atuais

Maia cresce no Twitter, Moro dispara e Mourão some

Vazamentos da Lava Jato mantêm ministro da Justiça como personagem do bolsonarismo mais citado na rede

1

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

2

O pranto dos livros

Texto de 17 de janeiro de 1997, extraído de um dos quase cem cadernos deixados pelo autor de Formação da Literatura Brasileira

3

A redenção dos cinco

Um filme sobre os rapazes presos por um estupro que não cometeram

4

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

6

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

8

Juízes expulsos receberam R$ 137 milhões em aposentadorias

Valor pago a 58 magistrados punidos com aposentadoria compulsória desde 2009 pelo CNJ daria para sustentar 1.562 aposentados do INSS

9

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

10

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana