Bolsonaro adota Rodrigo Maia em feirão da Câmara

04jan2019_17h24
A adoção foi festejada pela mais nova comentarista de pet-política de Brasília, a apresentadora Luísa Mell
A adoção foi festejada pela mais nova comentarista de pet-política de Brasília, a apresentadora Luísa Mell

CÃOGRESSO – “Fazer um carinho no queixo dele e ver aqueles olhinhos brilhando foi fatal. Tive que levar pra casa”, afirmou um sorridente Jair Bolsonaro, ao deixar a Feira Anual de Adoção de Deputados Federais. A adoção selou a parceria entre a Família Real do PSL e o candidato do DEM à reeleição para a Presidência da Câmara. “Eu já tenho o Carlos, que é meu pitbull nas redes sociais. Agora vou ter o Rodrigo, meu buldogue no plenário”, brincou Bolsonaro.

Fontes próximas a Rodrigo afirmam que havia um clima de abandono na residência dos Maia: “Desde que o Temer deixou Brasília que o Digo ficava abandonado em frente ao Planalto, sem ninguém para fazer um carinho ou deixar ele passar um dia na cadeira da Presidência da República. Essa nova oportunidade é uma bênção pra ele”.

Do lado dos irmãos Bolsonaro, o clima foi de desconfiança: “É aquela coisa de território né? Eles vão se estranhar, vão ter umas brigas, mas depois se acostumam com o cheiro um do outro e viram melhores amigos”, afirmou Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Canil.

Questionado sobre a adoção, Rodrigo Maia preferiu não comentar e apenas corrigiu a reportagem em relação a seu nome: “Agora é Rodrigo Bolsonaro. Ou Ro-Bô. Eu sou o mais novo Robô do Bolsonaro”, afirmou antes de pular no colo do novo pai.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.