Governo recua: filho de Mourão vai para o BBB, e não para Presidência do BB

09jan2019_17h44
Mourinho, renomado técnico de futebol, já entrou com pedido de habeas corpus preventivo temendo possíveis processos relacionados à família Mourão
Mourinho, renomado técnico de futebol, já entrou com pedido de habeas corpus preventivo temendo possíveis processos relacionados à família Mourão

NAVE LOUCA – “É um erro comum. Um erro de digitação, mas que a imprensa faz questão, mais uma vez, de exagerar. Desejamos toda sorte ao novo ‘brother’, que vejam bem, também é ‘son'”, brincou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fazendo trocadilho com as palavras irmão e filho. A justificativa veio um dia depois do anúncio da promoção de Antonio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) ao cargo de assessor especial da presidência do Banco do Brasil.

A Secretaria de Comunicação do Planalto afirmou que houve um erro na distribuição de envelopes, e uma consequente troca entre quem deveria ir para o Banco do Brasil (BB) e para o Big Brother Brasil (BBB). “É algo corriqueiro, e que já foi resolvido. Podemos agora anunciar que o novo assessor especial da diretoria do banco será o Kleber Bambam”, afirmou a Secom em nota. “Kleber é altamente qualificado. É correntista do banco há 20 anos e traz na bagagem um histórico de fortalecimento pessoal através de dedicação física e psicológica”. Segundo fontes próximas, Bambam e a boneca Maria Eugênia já estão de mudança para a capital federal.   

O nome de Bambam foi bem recebido pelo mercado, que temia a nomeação dos ex-brothers Rodrigão, Serginho, Dhomini, Diego Alemão ou até mesmo o temido Marcelo Dourado. Kaysar, o imigrante sírio que participou do BBB18, também disputava a vaga, mas foi desqualificado a pedido de Ernesto Araújo, Ministro das Relações Exteriores, que afirmou: “Aqui é Banco do Brasil, não Banco da ONU”.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.