Novo secretário do Audiovisual, biógrafo de Frota vai criar produtora Patriotinhas

08fev2019_20h11
A Patriotinhas pretende revolucionar o mercado distribuindo seus filmes apenas através de grupos de fake news no WhatsApp
A Patriotinhas pretende revolucionar o mercado distribuindo seus filmes apenas através de grupos de fake news no WhatsApp

LEI ROUANAL – “O negócio é comer cultura que não seja obsoleta!”, declarou o deputado federal Alexandre Frota, que trocou o BDSM pelo PSL, durante a cerimônia de posse de seu biógrafo, Pedro Henrique Peixoto, como novo secretário do Audiovisual do governo Bolsonaro. “O Jair falou que ia fazer uma devassa nas contas públicas, não falou? Que ia investigar os anais dos contratos petistas. Então nada melhor que um secretário indicado por quem entende desse toma-lá-dá-cu de Brasília.”

Frota contou que o novo secretário deve interromper todos os contratos com cineastas brasileiros que não se chamam José Padilha, e investir o dinheiro numa nova produtora, 100% dedicada a filmes pornôs ufanistas, feitos apenas com atores de bem. “Vai se chamar Patriotinhas”, disse o deputado, que já pretende editar um pornô-verdade só com cenas da eleição de Davi Alcolumbre para a presidência do Senado. “Se o cinema sempre mamou nas tetas do Estado, agora está na hora de o Estado mamar as tetas do cinema”, afirmou Frota.

Essa semana o deputado federal já havia sido notícia ao nomear seu personal trainer para um cargo de gabinete. Agora, com a nomeação de Peixoto, Frota prometeu seguir em busca de mais aliados no governo: “Se o Olavo tem razão, o Frota tem culhão. Vou nomear mais gente pra profissionalizar a safadeza em Brasília. Chega de amadorismo”. Fontes próximas a Frota afirmam que Kid Bengala, Vivi Fernandez e Marcia Imperator podem estar em Brasília já na semana que vem para cargos indicados.