Vélez posta vídeo pornô no Twitter em nova tentativa de agradar Bolsonaro

04abr2019_18h31
Vélez pretende incluir fotos de Hitler em congresso da UNE nos livros didáticos
Vélez pretende incluir fotos de Hitler em congresso da UNE nos livros didáticos

THREE SONS, ONE CUP – “Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitas provas do Enem no vestibular brasileiro.” A frase foi postada hoje de manhã, no Twitter, pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez. Em seguida, Vélez publicou uma compilação de vídeos sobre “golden shower” e coprofagia, tagueando o presidente Jair Bolsonaro: “Presidente, o povo brasileiro precisa ver, comentar e tirar suas conclusões.”

A postagem de Vélez veio como uma nova tentativa de se manter no cargo, após ter elogiado o golpe de 1964 e avisado que o MEC pretende mudar o que os livros didáticos contam a respeito da ditadura militar. Vélez também comprou uma arma, xingou uma feminista, elogiou um torturador, juntou-se a uma milícia e comeu pão com leite condensado para agradar Bolsonaro. Também anunciou o desenvolvimento dos cursos “Confecção de armas com os dedos”, “Redação de tuíte” e “Política e sexualidade: 64 é bom, 69 ruim”. “Hay que cambiar todo eso que está alli”, comentou, aos quatro funcionários que sobraram no Ministério da Educação.

O tuíte do ministro demorou um pouco para chegar aos ouvidos de Olavo de Carvalho, padrinho e desafeto político de Vélez, mentor intelectual de Bolsonaro e herdeiro de vocabulário de Dercy Gonçalves. Também via redes sociais, Olavo se pronunciou: “O que acontece nesse vídeo é o que acontece na política, tá certo, cambada de &@#!$%? Quer ver vídeo bonitinho? Vai ver Teletubbies. Se bem que aquele de roxo era pederasta e comunista, que nem aquele @#%^> do Mourão.”

Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.