Título de patrono da educação sai de Paulo Freire e vai para tutorial do YouTube

30abr2019_17h30
Bolsonaro também pretende promover o XVideos a patrono, de forma a que o brasileiro possa ver mais vídeos de golden shower
Bolsonaro também pretende promover o XVideos a patrono, de forma a que o brasileiro possa ver mais vídeos de golden shower

DÁ UM LIKE NO CANAL – “Paulo Freire já te ensinou a montar uma prateleira? Alguém já aprendeu a encher uma banheira de Nutella com a pedagogia do oprimido? Então a gente vai agora louvar quem tem que ser louvado, tá ok?”, disse um empertigado Jair Bolsonaro, em resposta sobre os motivos da mudança do patrono da educação do país.

Mais cedo, Bolsonaro havia dito que o título seria mudado de Paulo Freire para alguém ainda não escolhido, mas após postagem de um vídeo no canal do ex-astrólogo e atual guru Olavo de Carvalho, o martelo foi batido em prol da plataforma de vídeos. “Se não fosse pelo Olavo e pelo YouTube, não saberíamos que a Terra é plana, que o Mourão é parceiro do Jean Wyllys, que tem refrigerante que é feito de feto, e que os banqueiros são comunistas”, justificou. “E nem saberíamos que existem 117 sinônimos pra palavra bunda.”

Além dos vídeos de Olavo de Carvalho, o panteão da cultura brasileira também vai contar com contribuição dos educadores Nando Moura, Arthur Mamãe Falei e Joice Hasselmann. Nas faculdades, as aulas de filosofia e sociologia serão substituídas por cursos de higiene peniana.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.