Governo passa a se comunicar por pombo correio para evitar novo vazamento no Telegram

12jun2019_18h45
Depois do anúncio do governo as ações de empresas ligadas ao mercado de pombos-correio foram catapultadas às alturas
Depois do anúncio do governo as ações de empresas ligadas ao mercado de pombos-correio foram catapultadas às alturas
ABRA SUAS ASAS, SOLTE SUAS FERAS – “Apertar uns botões e entrar no celular dos outros é fácil, tá ok? Quero ver conseguir pegar um pombo no ar e tirar a mensagem dele. Eu mesmo já tentei, meus filhos também, só o zero dois conseguiu, mas ele se comunica diferente com aves e animais selvagens”, disse o presidente Jair Bolsonaro sobre sua decisão de suspender o uso de smart phones em seu governo, substituindo-os por pombos-correio.
A notícia da mudança se deu após a publicação no Diário Oficial de uma abertura de licitação em que se ordena: “contratação de adestradores de aves e compra de 15 mil pombos e 1 águia ou ave de rapina de mesmo porte”. Foi esclarecido posteriormente que a águia (ou ave de rapina de mesmo porte) será a portadora das comunicações do presidente, que explicou: “No tocante a isso aí, a águia é um animal fascinante e que impõe respeito. Eu vi uma no escritório do Trump e fiquei apaixonado. Ele deixou eu brincar com ela e vi que é um animal dócil e muito inteligente. Quando falei que ia fazer esse negócio do pombo ele exigiu que pra falar com ele tinha que ser via águia porque pombo é coisa de mexicano.”
Comenta-se nos bastidores que a ideia veio de uma conversa do Bolsonaro com Neymar, durante a visita do presidente ao hospital em que o jogador estava em Brasília. Fontes próximas afirmam o filho de Neymar Pai comentou com o presidente que adquiriu recentemente um pombo treinado especialmente para o envio de nudes, o que impressionou o presidente.
Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.