Governo vai explicar novos cortes no MEC com tabletes de cocaína

27jun2019_17h47
O novo vídeo sobre os cortes na educação dura 14 horas e tem trilha sonora de música eletrônica
O novo vídeo sobre os cortes na educação dura 14 horas e tem trilha sonora de música eletrônica

COMANDO VERDE E AMARELO – “Aqui em cima da mesa tem mais ou menos cem papelotes de cocaína”, explicou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, em novo vídeo do governo sobre os cortes na Educação. “A gente não tá falando pro usuário – quer dizer, pro universitário – que vai cortar. A gente só tá pedindo, simplesmente, que três papelotinhos e meio, desses cem papelotes, deixa pra cheirar depois de setembro.”

A cena foi gravada ontem, direto de Sevilha, na Espanha, onde um militar que viajava com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro foi preso com 39 quilos de cocaína. “Os espanhóis iam queimar a droga, que valia uns 2 milhões de euros. E como o nosso forte é cortar dinheiro de estudante, que no fundo é usuário de droga, então achei que valeria gravar um novo vídeo”, justificou Weintraub.

Em seguida, quem tomou a palavra foi porta-voz da presidência, Ricardo Rêgo Barros. “O presidente Bolsonaro falou que ia acabar com o tráfico no Brasil”, explicou. “E é isso que os militares estão fazendo: levando a droga pra longe da população.” Rêgo Barros ainda lembrou que no Rio de Janeiro, cocaína também é chamada de “Brizola”. “Ou seja: isso nada mais é que mais uma luta contra a ideologia das esquerdas”, completou.

Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.