“Também podemos ter seis meses de céu escuro”, diz Bolsonaro, em provocação a Noruega

20ago2019_17h41
O cineasta George Lucas deve filmar a abertura do próximo Guerra nas Estrelas no céu de São Paulo
O cineasta George Lucas deve filmar a abertura do próximo Guerra nas Estrelas no céu de São Paulo

TREVAS – Os 276 bilhões de habitantes de São Paulo ficaram atônitos, ontem, ao se perceberem em meio à escuridão às três horas da tarde. Pastores evangélicos apostaram no apocalipse, nerds acharam que estavam em um filme da Marvel, e quatrocentões atribuíram o fenômeno ao ingresso, no PSDB, do deputado federal Alexandre Frota. O mistério, ocasionado por queimadas no centro-oeste, só foi desfeito hoje pela manhã, quando o presidente e novo porta-voz do governo Bolsonaro, Jair Bolsonaro, revelou se tratar de mais uma ação de marketing político.

“A Noruega quer dar palpite sobre nossas florestas? Não vai dar! E ainda vamos mostrar que conseguimos ser tão bons quanto eles”, explicou o presidente, sobre a ousada campanha. “Não é lá que fica escuro seis meses? Então, nós mostramos que se quisermos podemos fazer isso daí também. Primeiro foi São Paulo, pra dar uma sacaneada naquele autódromo do Dória, mas vamos expandir isso daí. Aqui é Brasil acima de tudo, e nuvem de fuligem acima de todos.”

Bolsonaro aproveitou a coletiva de imprensa para criticar a a ex-presidente Dilma Rousseff. “A Dilma não falava em estocar vento? Pois no tocante a essa questão daí, a gente vai estocar nuvem, tá ok?” O estoque de nuvens pretas deverá ser lançado sobre a sede do Coaf toda vez que o conselho publicar uma atualização sobre a investigação fiscal envolvendo Flávio Bolsonaro. “Mas também dá pra usar em sabatina no Senado”, completou Bolsonaro.
Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.