Governo comemora: Amazônia ganha 68,2 Cubatões em área desmatada

19nov2019_16h29

MUNDO INVERTIDO – “Essa é a maior vitória do progresso desde a construção de Fordlândia e da Transamazônica”, comemorou o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em coletiva de imprensa realizada ontem sobre o cadáver de uma floresta. “Tem gente que diz que a Amazônia perdeu oito vezes a área da cidade do Rio de Janeiro. Pois eu digo que ela ganhou 68,2 vezes a cidade de Cubatão, inclusive no que toca à poluição.”

Para celebrar esse marco, o governo preparou uma campanha conjunta dos ministérios do Meio Ambiente e do Turismo, com a frase “Welcome to Cubatão” sobreposta a imagens de árvores amazônicas queimadas. “Tem todo um mercado de terraplanistas e negacionistas do aquecimento global que vinha sendo ignorado pelas agências de turismo”, explicou Ricardo Salles. “Agora eles já têm para onde ir nas férias. Com sorte, conseguem até tomar um tiro de um fazendeiro defendendo seu pasto grilado.”

Depois da Amazônia, a campanha do governo vai seguir divulgando novas perspectivas sobre outras regiões do país. “Vamos falar do litoral. O mundo inteiro se estapeando aí por petróleo e ele chegando de graça nas nossas praias. Vamos aproveitar e exaltar essa possibilidade daí, tá ok?”, afirmou o presidente Bolsonaro via redes sociais. “A nuvem preta em São Paulo é a mesma coisa: estamos fomentando a vida noturna. E daí por diante.”

Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.