Depois de ema do Alvorada, oposição quer que Bolsonaro alimente a naja de Brasília

14jul2020_13h37
A cobra naja já é comunista na Austrália
A cobra naja já é comunista na Austrália

FAUNA SELVAGEM – O isolamento social não está sendo fácil para o presidente Jair Bolsonaro. Depois de levar uma bicada de uma ema que habita os jardins do Palácio da Alvorada, Bolsonaro agora tem que lidar com mais um ataque. Uma frente formada por todos os partidos de oposição, pela ONU, pela OMS, pela The Economist, pela força-tarefa da Lava Jato, pelos ex-ministros da Saúde, pelos governadores, pelos ex-participantes do Debate CNN e pelo cachorro Augusto Bolsonaro pede que o presidente dê também a devida atenção à cobra naja encontrada solta em Brasília na semana passada.

“É um absurdo que o presidente privilegie apenas os animais próximos de seu círculo social. Onde está a imparcialidade?”, provocou o deputado Marcelo Freixo, ao protocolar o requerimento na Câmara. “Além do mais, quem está fazendo aliança com centrão e voltando a se aproximar do PSL está acostumado com cobras.” Freixo também pede que Bolsonaro alimente um pitbull, um crocodilo, um chupa-cabra, e o vereador Carlos Bolsonaro. “Desse nem o grande naturalista Richard Rasmussen teve coragem de se aproximar.”

Revoltado, Carlos Bolsonaro respondeu pelo Twitter: “Prudência, sofisticação, biografia, alicate, tucanos, gazelas, veados, sharpeis, bichons frisé, lulus da Ponerânia, sem armas de fogo legais para a população se assim quiserem pleitear, socialismo, liberdade e boneco chucky!”

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.