Azarão, puro sangue de Santos embaralha briga pelo STF

21jul2020_08h44
A corrida pelo STF se mostrou mais empolgante que a prova de quem permanece por mais tempo montado no cargo de ministro da Educação
A corrida pelo STF se mostrou mais empolgante que a prova de quem permanece por mais tempo montado no cargo de ministro da Educação

SUPREMO TURFE FEDERAL – Pocotó, pocotó, pocotó, pocotó! Meu ministro pocotó! É isso mesmo, amigos: mais um azarão embaralhou a corrida! Tudo indicava que a disputa pela próxima vaga no STF seria travada entre os ministros André Mendonça, Jorge Oliveira e o estreante João Otávio de Noronha! Mas no último domingo, um Mangalarga Desembargador entrou com tudo no concorridíssimo páreo do Grande Prêmio Brasil Acima de Todos. É o meu, o seu, o nosso Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, o famoso Carteirada de Santos! Haja coração!

Desconhecido até a semana passada, o cavalo Carteirada chegou firme, agradando a massa de engenheiros-civis-melhores-que-você que fazem parte do júri. Mostrou ser um varão sem frescura, daqueles que não usam rédea, e ainda deixou claro que vem de uma linhagem de grandes campeões da França. “Vous savez avec qui vous parlez?”, chegou a perguntar ao potrinho Mendonça! É jogo duro, patriotas!

Mas, como diria o ditado, “Essa corrida daí só termina quando acaba, tá ok?”. A prova é longa, exige muita dedicação e pouco bom senso. Apostadores experientes acreditam que a entrada de novos nomes pode mudar o rumo da competição. Se mostrarem ao que vieram, Caio “Leite Com Pera” Coppola, Frederick “Anjo de Atibaia” Wassef e até mesmo, quem sabe, Carluxo “Crazy Tweets” Bolsonaro ainda podem levar o caneco e a toga. Isso, claro, se um cabo e um soldado não decidirem encerrar a prova antes do tempo regulamentar!

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.