Festival Piauí GloboNews de jornalismo

II FESTIVAL PIAUÍ GLOBONEWS DE JORNALISMO

Em sua segunda edição, que se dará nos dias 10 e 11 de outubro, o Festival terá novidades. A primeira, teremos como parceiros a retumbante GloboNews — o que nos impõe o padrão reafirmado na divisa da emissora: "Nunca desliga". E assim, nosso tema deste ano não poderia ser diferente: gente que nunca se desligou e por isso conseguiu imprimir uma marca única no jornalismo. O brilhante trabalho de quem fez reportagens que fizeram história.

30jun2015_12h19

No ano passado, o Festival Piauí de Jornalismo reuniu 350 pessoas durante dois dias de debates sobre o futuro do jornalismo. Estava lá quem faz o que há de mais moderno e inovador nas redações mundo afora. , ProPublica, Atavist, fivethirtyeight e Vox foram alguns dos participantes que brindaram a plateia com suas experiências fora do comum.

Em sua segunda edição, que se dará nos dias 10 e 11 de outubro, o Festival terá novidades. A primeira, teremos como parceira a GloboNews — o que nos impõe o padrão reafirmado na divisa da emissora: "Nunca desliga". E assim, nosso tema deste ano não poderia ser diferente: gente que nunca se desligou e por isso conseguiu imprimir uma marca única no jornalismo. O brilhante trabalho de quem fez reportagens que fizeram história. Jornalistas aclamados como Seymour Hersh (), Jorge Lanata (Grupo Clarín), Sheri Fink (The New York Times), Nick Davies (The Guardian) e Anabel Hernández (Revista Proceso) vão conversar sobre o que é e como fazer reportagens que mudaram o rumo de grandes acontecimentos. Em pauta, guerras do Iraque, do Vietnã, a prisão de Abu Ghraib, as relações com Julian Assange e o WikiLeaks, o caso dos grampos no império Murdoch, o furacão Katrina, o surto de Ebola, os bastidores do narcotráfico no México e a relação dos governos Kirchner com a imprensa.

Ben Anderson (Vice Media), Franklin Foer (que saiu da revista The New Republic após um conturbado processo na mudança dos rumos da publicação) e Daniel Alarcón (Radio Ambulante) ampliarão o debate, incluindo as novas mídias no desafio de produzir grandes reportagens.

Mais uma vez, o evento se dará no auditório do colégio Dante Alighieri, em São Paulo. Como no ano passado, também teremos os almoços em que uma fonte conversa com um jornalista da piauí que o entrevistou.

Os nomes serão divulgados em breve. A venda de ingressos começa em agosto, e será feita pelo site da Tickets for Fun.

Esperamos vocês por lá.

Daniela Pinheiro

Curadora

 

 

Programação Resumida

Sábado, 10/10

10:00 – 11:30 Jorge Lanata (Grupo Clarín_Argentina)

12:00 – 13:30 Conversa com a fonte: Rafael Cariello entrevista Delfim Netto

14:00 – 15:30 Seymour Hersh (_EUA)

16:00 – 17:30 Daniel Alarcón (Radio Ambulante_Peru)

18:00 – 19:30 Sheri Fink (The New York Times_EUA)

Domingo, 11/10                                      

10:00 – 11:30 Franklin Foer (The New Republic_EUA)

12:00 – 13:30 Conversa com a fonte: Consuelo Dieguez entrevista Daniel Dantas

14:00 – 15:30 Anabel Hernández (Proceso_México)

16:00 – 17:30 Nick Davies (The Guardian_Inglaterra)

18:00 – 19:30 Ben Anderson (Vice Media_EUA)

Resumo sobre os Convidados

 

 

Jorge Lanata (Grupo Clarín_Argentina)

A mesa será mediada pelo diretor de redação da piauí, Fernando de Barros e Silva, e outro jornalista (a ser confirmado). Lanata falará a respeito de seu trabalho e das grandes reportagens das quais participou: A mala dos Kirchner, os escândalos do governo Menem e a morte de Nisman. Falará, ainda, sobre o governo e a imprensa na Argentina, a lei de meios e o rumo do jornalismo em geral. 

Seymour Hersh (Trabalhou para o NYTimes e a New Yorker, entre outros_EUA)

A mesa será mediada por Dorrit Harazim, que também cobriu a guerra do Vietnã e é uma das mais respeitadas jornalistas brasileiras, e Otavio Frias Filho, publisher do maior jornal do país, a Folha de S.Paulo. Hersh falará sobre seu trabalho e as grandes reportagens nas quais esteve envolvido. Entre elas, My Lai, Abu Ghrabi e mais recentemente a última matéria sobre a morte de Bin Laden. Também debaterá sobre o jornalismo de hoje nos Estados Unidos.

Daniel Alarcón (Radio Ambulante_Peru)

A mesa será mediada pela repórter Paula Scarpin, da revista piauí, e pelo diretor de jornalismo André Luiz Costa, da TV Bandeirantes. Alarcón falará sobre a Radio Ambulante e as grandes reportagens que fez. Contará como funciona o radiojornalismo, como são pensadas a pauta e a narrativa para rádio, dando exemplos bem concretos sobre as reportagens feitas nessa plataforma. Mostrará, ainda, um vídeo com um exemplo de reportagem feita na Radio Ambulante.

Sheri Fink (The New York Times_EUA)

A mesa será mediada pelo fundador da revista piauí, João Moreira Salles, e outro jornalista (a ser confirmado). Fink falará de seu trabalho e das grandes reportagens nas quais esteve envolvida. Irá detalhar o processo de apuração nos casos do socorro às vítimas do furacão Katrina, em Nova Orleans, e do surto de Ebola, na África. Contará como foi a sua trajetória de médica a jornalista.

Franklin Foer (Ex-diretor de redação da revista The New Republic_EUA)

A mesa será mediada pelo diretor de redação do jornal O Estado de S. Paulo, Ricardo Gandour, e pela jornalista Consuelo Dieguez, da revista piauí. Foer falará a respeito de jornalismo em geral, sobretudo sua passagem pela TNR e o desafio de ter tentado imprimir um jornalismo de fundo no momento em que toda a imprensa quer as listicles. Ele contará como é possível fazer um jornalismo sério sem cair nessa nova onda; também discutirá suas impressões em relação à imprensa nos Estados Unidos e no mundo. 

Anabel Hernández (Proceso_México)

A mesa será mediada por Simon Romero, correspondente do NYT no Brasil, pela repórter Carol Pires, da revista piauí. Hernández contará os bastidores do livro Los Señores del Narco (em que narra os bastidores do narcotráfico no México), as dificuldades, ameaças e o que aconteceu com a vida dela depois da publicação do livro e das matérias.

Nick Davies (The Guardian_Inglaterra)

A mesa será mediada pela curadora do Festival piauí, Daniela Pinheiro, e por Marcelo Lins, editor do canal de notícias GloboNews. Davies falará sobre as grandes reportagens que fez, com destaque para as de maior repercussão, como aquelas a respeito de Julian Assange, do WikiLeaks, e do caso Murdoch (os grampos ilegais feitos em telefones de pessoas públicas na Inglaterra). Ele contará os passos da apuração, como teve acesso às fontes, como foi a repercussão das reportagens e a impressão dele sobre o jornalismo no Reino Unido e no mundo. Discutirá também a regulação da mídia, surgida depois de suas matérias.

 

Ben Anderson (Vice Media_EUA)

A mesa será mediada pela principal jornalista do canal de notícias GloboNews , Renata Lo Prete, e por Malu Gaspar, repórter da revista piauí. Anderson também falará de seu trabalho e das grandes reportagens em que se envolveu: Afeganistão, Iraque, Brasil. Contará como é o trabalho na Vice, quais os desafios e as dificuldades que lá eles enfrentam (chama-nos a atenção o acesso às fontes que os repórteres da Vice conseguem ter). 

Leia Também

Últimas Mais Lidas

Acompanhe a transmissão ao vivo da segunda Maratona Piauí CBN de Podcast

Encontro está sendo transmitido em áudio e em vídeo nos sites e redes sociais da piauí e da CBN

A história e os bastidores do Foro de Teresina

Apresentadores relembram início do programa, que completa um ano esta semana

Conteúdo patrocinado e anunciantes estão entre os principais modelos de financiamento

Diretor da CBN diz que programas em áudio são caminho para formar novos ouvintes

Interação com o público ajuda a ganhar e manter audiência

Fidelidade de ouvintes pode se transformar em financiamento coletivo e ajudar a manter podcasts

Os desafios e a rotina de contar histórias em podcast

Roteiro capaz de amarrar narrativas é segredo para um bom programa; dificuldade de financiamento é cotidiana

Mais textos
1

Fogo na Amazônia apaga o Sol no Sul

Fumaça de queimadas combinadas em Rondônia, Bolívia e Paraguai cobre o Sol no norte do Paraná, a mais de 2 mil km de distância

2

A vovó fashion

Uma influencer e seus looks ousados

4

Atiaia, a onça no caminho de Bolsonaro

Governo federal apoia reabertura de estrada que corta Parque do Iguaçu, declarado patrimônio da Humanidade e refúgio de onças-pintadas

6

Nunca fui santa

Às vésperas da canonização de Irmã Dulce, quase 80% dos santos reconhecidos pela Igreja Católica ainda são homens

7

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

8

A hora dos descontentes

Por medo da diversidade, o Leste Europeu deixou de ver o liberalismo como modelo

10

Sem saúde nem plano

Por que os planos de saúde privados se tornam inviáveis a partir dos 60 anos e como algumas operadoras conseguem cobrar menos