A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Na Lupa, há espaço para contestações? E correções?

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
15.out.2015 | 09h07 |

A Lupa entende que o jornalismo está sujeito a erros e considera a correção um componente fundamental dos seus princípios de ética e transparência. Na Lupa, os erros eventualmente cometidos são corrigidos de forma clara e ágil e sempre comunicados à audiência, para que a informação equivocada não seja passada adiante.

A Lupa está sempre aberta à contestação daqueles que forem checados por ela. Essas contestações devem ser enviadas à agência pelo e-mail lupa@lupa.news, sejam elas fruto de um fact-checking (verificação de falas de atores públicos) ou de um debunking (checagem de conteúdos que circulam em redes sociais). 

Assim que a agência recebe o pedido de correção, a redação é acionada e refaz a apuração, levando em conta as considerações enviadas pelo solicitante. Caso conclua que há erro em sua publicação, a Lupa faz a correção e/ou a atualização da seguinte forma:

  1. Se há erro de informação comprovado, a Lupa reescreve o texto original com as informações corretas e sinaliza, no topo da página, que o texto foi corrigido. Também indica, ao fim do texto, a data e horário da correção e identifica, em um pequeno texto explicativo, quais eram as informações equivocadas, de quem partiu o erro e qual a informação correta. O texto original é mantido entre parênteses e em cor cinza no pé da página.
  2. Se houver necessidade de mudança na etiqueta de classificação a partir do pedido de correção, a Lupa mantém no texto apenas a etiqueta correta, após análise e apuração de sua equipe de reportagem. É sinalizado, no topo da página, que o texto foi corrigido. Ao fim do texto, um parágrafo explicativo é adicionado, informando que houve mudança de etiqueta e por qual motivo;
  3. Se a pessoa ou entidade cuja fala foi checada enviar uma explicação (outro lado) após o vencimento do prazo que a redação lhe deu para fazê-lo, o texto é atualizado com essa explicação e, ao pé da página, é acrescentado um parágrafo explicativo indicando que uma atualização foi feita, com data e horário.

Podem ocorrer, ainda, atualizações e correções de erros gramaticais e ortográficos. Nesse caso, a informação é corrigida, mas não há sinalização de correção ou atualização. A Lupa se reserva, ainda, o direito de publicar uma tréplica ou uma nota de redação sempre que considerar necessário fazê-lo diante de uma correção.

A Lupa não apaga conteúdo

No fact-checking da Lupa, não se deleta o que foi publicado no site. Este é um dos pontos do código de ética da International Fact-checking Network (IFCN), a rede mundial de checadores da qual a Lupa faz parte, e a agência respeita fielmente essa regra. Ou seja: sempre que um conteúdo com erro é publicado no site da Lupa, ele é corrigido assim que o erro é constatado, e a explicação é feita de forma transparente ao leitor.

A Lupa se reserva o direito de apagar conteúdo com erro de suas redes sociais. Nesse caso, a agência substitui a informação errada pela correta – seja ela em foto, vídeo ou texto – e usa a área de legenda ou de texto, a depender da plataforma de rede social, para explicar os motivos pelos quais está fazendo a substituição. Essa é uma medida adotada a partir de 2020, com a intenção de evitar que cards ou vídeos com a marca da Lupa e que, eventualmente, contivessem algum equívoco, fossem usados para espalhar desinformação no ambiente digital.

(Atualização feita em 1º de março de 2021)

Como posso contribuir? Posso sugerir checagens?

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo