A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

O que inspira a Lupa?

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
15.out.2015 | 09h09 |

A Lupa é um membro verificado da International Fact-Checking Network (IFCN), grupo composto por plataformas de checagem que se reúne em torno do Poynter Institute (EUA) e se encontra anualmente para debater os rumos e os desafios do jornalismo.

A IFCN, atualmente, é dirigida por Baybars Örsek e pela fundadora da Lupa, Cristina Tardáguila. A organização monitora as novidades do fact-checking mundo afora, publicando artigos sobre o assunto no Poynter.org channel e organiza sessões de treinamento (online e offline) para os checadores. Mantém um grupo fechado de e-mails e outro de Slack. Também envia semanalmente uma newsletter com os principais temas concernentes ao fact-checking no mundo para sua lista de associados.

São exemplos de bons trabalhos em checagem a cobertura que o Politifact.com fez de Barack Obama (o Obameter) e o que o The Washington Post Fact Checker faz com Donald Trump (365 days). Em TV, é inspirador o trabalho feito pelos espanhóis do El Objetivo/laSexta (Suyas son las conclusiones) e, na América Latina, merece destaque o trabalho do Chequeado (Guitarreo, por exemplo)

Em 2016, no encontro anual da IFCN, seus membros elaboraram um código de princípios que a Lupa segue à risca até hoje. Ele estabelece que os membros da rede têm o compromisso de fazer checagens justas e apartidárias, de ser transparente com relação a suas fontes, seu financiamento e sua metodologia de trabalho, além de realizar correções abertas e honestas diante de eventuais erros.

Anualmente a Lupa passa por uma auditoria independente que observa se a agência está ou não cumprindo esses cinco pontos do código de ética. Veja a seguir o resultado de 2017 e 2018, exatamente como consta no site do Poynter Institute:

Agência Lupa (Brazil | Renewed on May 11 2019 | cover letter | assessment | Year 2: application | assessment | Year 1: application | assessment )

É em colaboração com a rede de checadores que a agência participa de maratonas internacionais de fact-checking como as realizadas durante eventos como a Assembleia Geral da ONU, cúpulas do G-20, Dia Internacional da Mulher e a COP-21. É também com esta rede que a Lupa celebra o International Fact-Checking Day. Assista ao vídeo “Nós amamos a verdade”, feito em diversas partes do planeta:

Em 2014, a IFCN tinha cerca de 72 membros. Em fevereiro de 2017, 114. Em maio de 2018, 149. Em dezembro de 2018, eram 161 iniciativas de checagem ativas em todo o mundo, comprovando que o movimento está em franca expansão.

(Atualização feita em 23 de janeiro de 2020)

Como a Lupa se financia?

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo