A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

Maluf derrapa ao justificar ausência em comissão do impeachment

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
06.abr.2016 | 20h20 |

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), que ocupa uma das 65 vagas de titular na comissão especial que avalia o impeachment da presidente Dilma Rousseff, compareceu pela primeira vez às sessões na tarde desta quarta-feira (6). Até hoje, a comissão havia feito oito reuniões sem ele. A de hoje teria sido a nona.

O UOL questionou Maluf sobre as faltas. Perguntou se ele não considerava importante ter participado, ao menos, da sessão de segunda-feira (4), quando o Advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, defendeu a presidente. Maluf rebateu:

“Você é meu auditor? Eu não fui na reunião, mas estava aqui na Câmara. Você sabe que marquei presença aqui na Câmara”

FALSO

A Lupa “auditou” a presença de Maluf na Câmara dos Deputados (no plenário e nas comissões) com a ajuda do site da Casa e constatou que o ex-prefeito de São Paulo não compareceu nem à reunião que a comissão fez na segunda-feira – para ouvir Cardozo – nem à sessão extraordinária de número 66, realizada no plenário no mesmo dia.

A ausência de Maluf na comissão

As reuniões da comissão aconteceram nos dias 17, 21, 22, 29 (2 sessões), 30, 31 de março e 4 e 6 de abril. Nestas datas, Maluf confirmou presença no plenário em apenas três dias: 17, 29 e 30 de março.

Correligionários de Maluf demonstram comportamento semelhante na comissão de impeachment. O PP tem cinco titulares na comissão, mas apenas o deputado Julio Lopes (PP-RJ) participou de todas as sessões feitas até esta quarta-feira.

Agnaldo Ribeiro (PP-PB) teve cinco faltas e é o segundo mais ausente entre os 65 deputados que avaliam o pedido de impeachment da presidente. Jerônimo Pizzolatto (PP-RS) e Roberto Britto (PP-BA) tiveram uma falta cada um até o início da sessão de hoje.

Na sequência do ranking dos titulares mais faltosos, o terceiro lugar é dividido por quatro congressistas que acumulam quatro faltas cada um, ou seja, que estiveram ausentes em metade das sessões realizadas pela comissão. São eles: Paulinho da Força (SD-SP), Silvio Costa (PTdoB-PE), Washington Reis (PMDB-RJ) e Weverton Rocha (PDT-MA).

Confira abaixo o ranking dos faltosos na comissão:

No levantamento, a Lupa não contabilizou as ausências que foram justificadas pelos parlamentares. As listas de presença das oito sessões da comissão de impeachment podem ser conferidas aqui: 1ª sessão, 2ª sessão, 3ª sessão, 4ª sessão, 5ª sessão, 6ª sessão, 7ª sessão e 8ª sessão.

Ainda vale ressaltar que, no plenário, a cadeira vazia de Maluf é uma constante. Segundo o site Transparência Brasil, o deputado já faltou 61,3% das sessões ocorridas na Casa.

Procurado, o deputado não retornou até a publicação deste post.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo