A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Governo interino discute reforma previdenciária | Agência EBC
Governo interino discute reforma previdenciária | Agência EBC

Aposentadoria aos 70 superaria esperança de vida de homens em 12 estados

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.jun.2016 | 17h22 |

Desde o início de seu governo, o presidente da República em exercício, Michel Temer, defende uma reforma previdenciária e admite a fixação de uma idade mínima para a aposentadoria. Em entrevista concedida ao SBT Brasil no dia 2 de junho, ele ressaltou que esta reforma não será feita de modo abrupto e que precisa passar por um amplo debate público.

Nas últimas semanas, os jornais O Globo e Valor publicaram reportagens mostrando que há divergências dentro do próprio governo sobre a proposta da idade mínima para concessão de aposentadoria. Em Brasília, há quem defenda que o benefício seja permitido após os 65 anos e quem pregue que isso só ocorra aos 70 anos.

Um dos argumentos que permeiam o debate, no entanto, é que a idade de corte, se fixada, deve estar de acordo com a esperança de vida ao nascer*, índice pesquisado e acompanhado de perto pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). A idade mínima não poderia ter uma relação esdrúxula com o tempo de vida médio dos brasileiros.

Os indicativos de mudanças na Previdência movimentaram as redes sociais nos últimos dias. Contas como a da Mídia Ninja, do PT na Câmara e da ex-candidata à Presidência da República Luciana Genro no Twitter postaram críticas à proposta de idade mínima e viralizaram. Um único tweet da Mídia Ninja (abaixo) teve um alcance potencial de cerca de 35 mil pessoas em menos de 24 horas, segundo o TweetReach.

midianinja

Mobilizada pelo debate, a Lupa decidiu entrar no assunto e apresentar alguns dados oficiais sobre ele. Começa seu levantamento destacando que a esperança de vida do brasileiro (mulheres e homens) hoje em dia é de 75,72 anos.

Veja abaixo o que mais você precisa saber (com base na pesquisa “Projeção da População do Brasil”, que foi elaborada pelo IBGE e que pode ser conferida na íntegra aqui).

SE A IDADE MÍNIMA FOSSE FIXADA EM 70 ANOS…

Os homens – e principalmente os maranhenses – teriam mais dificuldade de se aposentar do que a média nacional. Em todo o país, este é o grupo com menor esperança de vida.

Em 12 unidades da federação, a esperança de vida masculina está abaixo da linha de corte de 70 anos. Quatro dos sete estados do Norte e oito dos nove estados do Nordeste estão nesta lista.

Nas outras 14 unidades da federação, os homens têm esperança de vida acima dos 70 anos, mas não com muita fartura de tempo. Apenas Santa Catarina tem índice superior a 75 anos de idade.

Todos os estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste têm esperança de vida (mulheres e homens) acima da idade de corte de 70 anos.

Em todos os estados do Brasil, a esperança de vida feminina supera os 70 anos. O menor índice é o de Roraima (74,3 anos), e o maior é de Santa Catarina (82,4 anos).

MAS E SE A IDADE MÍNIMA FOSSE FIXADA EM 65 ANOS?

Todos os estados teriam suas médias de esperança de vida (tanto para homens quanto para mulheres) acima desse limite. Observe a nova tabela, abaixo:

* Esperança de vida é o indicador que mostra o número médio de anos que um pessoa deverá viver a partir de sua data de nascimento, mantidos os mesmos padrões de mortalidade observados no ano de referência. Para cada estado, o IBGE dispõe de três números: o geral, o masculino e o feminino.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo