Tem certeza que deseja sair da sua conta?

Lupa duplica sua equipe para cobrir as eleições de Rio e São Paulo

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.ago.2016 | 20h50 |

A cidade de São Paulo tem 8.886.324 eleitores. A do Rio de Janeiro, 4.898.045. É para esse grupo de quase 14 milhões de pessoas que, a partir desta segunda-feira, 22 de agosto, a Lupa trabalhará – e muito. Com uma equipe composta por seis repórteres, a agência passará a checar frases ditas pelos 21 políticos que disputam o cargo de prefeito nessas duas metrópoles. Dez no Rio e onze em São Paulo.

Seguindo sua metodologia de trabalho, a Lupa acompanhará diariamente discursos, entrevistas e debates, sem deixar de lado a verificação das informações que forem divulgadas nos sites oficiais e nas redes sociais de campanha de cada um deles. A ideia – como sempre – é elevar o custo da mentira e levar aos eleitores informações que lhes permitam decidir seu voto de maneira mais consciente.

A cobertura carioca será realizada pelos jornalistas Cristina Tardáguila, Juliana Dal Piva e Raphael Kapa. A paulista ficará a cargo de Clara Becker, Marina Estarque e  Raul Galhardi. Acompanham o trabalho sobre as eleições Pauline Mendel, nas redes sociais, Nicollas Witzel e Silvio Nóbrega, nos vídeos. E o resultado de tudo isso poderá ser conferido não só aqui no site e nas redes sociais da agência, como também numa série de parceiros.

Durante a corrida eleitoral deste ano, o fact-checking da Lupa poderá ser lido, visto e/ou ouvido no jornal Folha de S.Paulo, no site da revista piauí, na rádio CBN (Rio e São Paulo), no jornal Extra e na revista Época. Uma prova de que esse serviço ganha cada vez mais adeptos e que pode – sim – ser oferecido nos mais diferentes suportes de mídia.

Nos últimos dias, a Lupa vem encaminhando aos candidatos a prefeito de Rio e São Paulo uma carta em que apresenta de seu trabalho. Nela, explica sua metodologia, suas etiquetas de classificação e ressalta que a comunicação com a equipe de assessores de campanha é de grande valia. Muitos dos políticos já acusaram o recebimento da carta e deram boas-vindas à cobertura.

Assim sendo, segue agora para você o convite a acompanhar as checagens da Lupa. No Twitter, siga @agencialupa. No Facebook, o /LupaNews. Também não deixe de enviar sugestões de checagem, através do #LupaAqui.

Seja muito bem-vindo!

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo