A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Lupa checou ao vivo o debate da TV Globo com candidatos a prefeito do Rio

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
29.set.2016 | 21h20 |

A Agência Lupa, em parceria com o Meu Rio, acompanhou – ao vivo – na noite desta quinta-feira (29) o último debate de televisão do primeiro turno das eleições municipais do Rio de Janeiro, transmitido pela TV Globo e pelo site G1. Participaram do programa os candidatos Marcelo Crivella (PRB), Pedro Paulo (PMDB), Marcelo Freixo (PSOL), Indio da Costa (PSD), Jandira Feghali (PCdoB), Flavio Bolsonaro (PSC) e Carlos Osorio (PSDB).

MARCELO CRIVELLA:

Ao criticar o modelo de aliança da candidatura de Pedro Paulo (PMDB), Marcelo Crivella afirmou:

“Você tem mil vereadores te apoiando, 17 partidos do seu lado”

RECORTES-POSTS-EXAGERADO

A atual Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro possui 51 cadeiras. Crivella também exagera ao citar o número de partidos políticos. A coligação “Juntos pelo Rio”, de Pedro Paulo, reúne 15 partidos: PMDB, PDT, PP, PTB, PSL, SD, DEM, PROS, PHS, PEN, PMN, PSDC, PTC, PT do B e PRTB.


 

ALESSANDRO MOLON:

Ao criticar a gestão dos gastos públicos na cidade, Alessandro Molon afirmou que usaria o dinheiro destinado à publicidade:

“Para colocar 25.500 crianças que não conseguiram vaga na creche”

RECORTES-POSTS-VERDADEIRO

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, atualmente a demanda de vagas em creche na cidade do Rio de Janeiro é exatamente de 25.500 crianças.


 

JANDIRA FEGHALI:

Ao falar sobre segurança pública, Jandira Feghali citou dados recentes:

“(No Rio) Aumentou o crime nas ruas em 40%”

Recortes-Posts_INSUSTENTAVEL

Em sua fala, a candidata não especificou nem os tipos criminais a que se referia nem se falava apenas da cidade do Rio de Janeiro. A Lupa consultou dados do Instituto de Segurança Pública e informa que, no estado – e não na cidade – do Rio de Janeiro, o percentual de roubo de rua entre janeiro e agosto de 2016 teve um aumento de 41,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 56.966 casos em 2015 e 80.731 em 2016.  Roubo de rua inclui roubo a transeunte, de aparelho celular e em coletivo.

Atualização: Originalmente esta checagem foi publicada com a etiqueta “Verdadeiro, mas”. Às 03h03 do dia 30 de setembro, no entanto, a Lupa revisou o material e decidiu trocar a classificação.


 

MARCELO FREIXO:

Ao falar sobre saúde, o candidato Marcelo Freixo afirmou:

“Nós temos hoje um grave caso de tuberculose, o maior do Brasil”

RECORTES-POSTS-VERDADEIRO-MAS

De acordo com dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde de 2016, no ano de 2014, o Brasil teve 4.374 mortes por tuberculose. Na ocasião, o Rio de Janeiro foi o estado com maior coeficiente de mortalidade pela doença no país (5,1 óbitos a cada 100 mil habitantes).

O dado que diz respeito ao número de novos casos mostrou que, no ano de 2015, apesar de estar entre as capitais com mais ocorrências, o Rio não liderava. Ficava atrás de Manaus, Porto Alegre e Recife, com 66,8 novos casos a cada 100 mil habitantes.


 

INDIO DA COSTA (PSD):

Ao falar sobre sua trajetória política, Indio da Costa afirmou:

“Cheguei a ser secretário de Meio Ambiente por três meses. Tirei do papel um problema que já existia: a limpeza do Complexo Lagunar”RECORTES-POSTS-EXAGERADOQuando foi secretário estadual do Meio Ambiente, no primeiro semestre de 2014, Indio da Costa não conseguiu limpar completamente o Complexo Lagunar.

No site da Secretaria Estadual de Ambiente, uma informação datada de dezembro de 2014 , ou seja, meses depois da saída de Indio da pasta, registra a inauguração da Estação Elevatória Alvorada para promover a “melhoria ambiental do Complexo Lagunar”.

O site do Inea aponta que “o complexo Lagunar de Jacarepaguá ainda se encontra em processo adiantado de degradação em função das descargas realizadas por diversas atividades existentes naquela região, especialmente hotéis e condomínios, já implantados ou mesmo em construção”.


JANDIRA FEGHALI:

Ao falar sobre sua candidatura, Jandira Feghali afirmou:

“Eu sou a única mulher nesta disputa”Recortes-Posts_FALSO

A candidata Carmen Migueles, do partido Novo, e Thelma Bastos, do PCO, também são mulheres e se apresentaram para disputar a prefeitura do Rio. De acordo com DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Thelma Bastos está com a situação indeferida, aguardando recurso. Carmen Migueles, no entanto, é uma candidata com viabilidade legal.


CARLOS OSORIO:

O candidato Carlos Osorio, ao criticar a proposta de educação de Pedro Paulo sobre criação de novas escolas, afirmou:

“Nós não vamos fazer nenhuma escola nova”RECORTES-POSTS-CONTRADITORIOEm seu programa de governo, Carlos Osorio afirma que “nosso governo irá expandir e qualificar a rede atual de creches, pré-escolas e a rede conveniada, de modo que possa melhorar a qualidade e receber mais alunos”.

Durante o programa, ao falar sobre o ensino infantil, Osorio deixa claro a distinção entre a expansão e a qualificação da atual rede.


FLAVIO BOLSONARO:

Ao falar sobre educação, o candidato Flávio Bolsonaro afirmou:

“Os índices estão aí para mostrar como estamos mal na área da educação”

RECORTES-POSTS-EXAGERADO

Segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado no início do mês, no primeiro segmento do ensino fundamental (1° ao 5° ano), o Rio aumentou sua nota, passando de 5,3, em 2013, para 5,6 em 2015, alcançando o objetivo fixado pelo MEC (de 5,6).

Já as escolas do segundo segmento do ensino fundamental (6° ao 9° ano) da rede municipal do Rio obtiveram nota 4,3 e não conseguiram bater a meta de 5,0 estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC) para 2015. Este índice está estagnado desde 2011.


PEDRO PAULO:

Ao falar sobre segurança, o candidato Pedro Paulo afirmou:

“Eu vou aumentar o efetivo da Guarda Municpal de 7.500 para 10.000”

RECORTES-POSTS-VERDADEIROA Lupa checou nesta frase somente o atual número do efetivo da Guarda Municipal. E, segundo release no site da prefeitura, Pedro Paulo está certo ao afirmar que o número é de 7.500.


PEDRO PAULO:

Mais adiante, no mesmo raciocínio, Pedro Paulo afirmou que este novo número de efetivo atuará:

“Nos 15 principais pontos, como Recreio, Taquara, Irajá”

RECORTES-POSTS-DE-OLHO

No programa que o candidato apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral, não há qualquer menção aos bairros que terão prioridades na fiscalização da Guarda Municipal.

O documento diz apenas que existirá um “patrulhamento preventivo da Guarda Municipal em pontos de grande concentração de pessoas”.


FLÁVIO BOLSONARO:

Ao falar sobre o aumento na cobrança do IPTU, Flavio Bolsonaro afirmou:

“Eu fui o único que nessa situação (ao ser questionado pelo Jornal O Globo) que me posicionei contra o IPTU progressivo”RECORTES-POSTS-VERDADEIRO

No levantamento feito pelo Globo e citado pelo candidato, Bolsonaro realmente foi o único postulante ao cargo de prefeito do Rio a se posicionar contra a adoção do IPTU progressivo. Jandira e Índio adotaram posição neutra, e todos os outros candidatos, a favor.


MARCELO FREIXO:

Ao falar sobre transporte público, o candidato Marcelo Freixo (PSOL) afirmou:

“A passagem do Rio é a mais cara do Brasil”

Recortes-Posts_FALSO

De acordo com levantamento feito pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), em julho de 2015, a passagem de ônibus em Sorocaba, no interior de São Paulo, custava R$ 4,00. O valor é superior aos R$3,80 cobrados na tarifa carioca. Ainda de acordo com outro levantamento, publicado este ano pela Agência Brasil e feito apenas com as capitais, Rio de Janeiro e São Paulo têm o preço mais alto (R$ 3,80).

Nota 1: A Lupa abre espaço para as campanhas contestarem as informações e mandarem seus posicionamentos sobre as checagens acima. Por favor escreva para lupa@lupa.news

Leia outras checagens de ‘Eleições RJ’ / De ‘Eleições SP’Outras do mês / Home

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo