A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Divulgação
Divulgação

Quantas promessas de campanha Barack Obama conseguiu cumprir?

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
11.jan.2017 | 14h09 |

Quando Barack Obama assumiu como o 44º presidente dos EUA, o site de checagem Politifact criou uma base de dados com suas 533 promessas de campanha, o “Obameter”, e passou os últimos oito anos monitorando as metas de seus dois mandatos.  Na conclusão do governo, o balanço final mostra que 48% das promessas de Obama foram cumpridas totalmente, outras 28% tiveram uma realização parcial e 24% não saíram do papel. 

Obama tinha várias prioridades ao longo de seus mandatos: fazer a economia melhorar, impor novas regulamentações sobre o setor financeiro, aprovar o plano de saúde conhecido como Obamacare, reformar a lei de imigração e endossar propostas de combate às alterações climáticas.  O projeto “Obameter” mostra entre as propostas que ficaram pelo caminho estão, especialmente, diversas promessas que modificariam a tributação de impostos nas mais diferentes áreas.

Quando ele teve maioria democrata na Câmara e no Senado em 2009, Obama conseguiu avançar bastante em suas metas. Obama enviou três importantes projetos de lei: um enorme pacote de estímulo econômico chamado American Recovery and Reinvestment Act, as regulamentações do sistema financeiro que ficou conhecida como Dodd-Frank e a lei do programa de saúde formalmente conhecido como Affordable Care Act, mais frequentemente chamado de Obamacare.

Após as eleições de 2010, Obama perdeu a maioria no Congresso e os projetos de lei sobre imigração e o combate às mudanças do clima foram deixados de lado. Os democratas nunca recuperaram o poder e Obama teve problemas para fazer colocar em pauta sua agenda de propostas. Ele então passou a governar com decisões apenas no âmbito da presidência, o que enfureceu os republicanos no Congresso e o levou a desafios judiciais nos tribunais. Mas, segundo o Politifact, isso também o ajudou a manter uma série de promessas realizadas a seus eleitores.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo