A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Fotos: Shana Reis / PCRJ
Fotos: Shana Reis / PCRJ

Crivella e as chuvas de junho no Rio de Janeiro: ‘Passamos no teste’

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
21.jun.2017 | 10h03 |

A tarde e a noite da última terça-feira (20) foi de forte chuva no Rio de Janeiro. E a capital fluminense registrou diversos pontos de alagamento e até um deslizamento de terras – sem vítimas. Nos últimos anos, a administração municipal investiu na construção de piscinões, buscando reduzir o impacto dos temporais na vida dos cidadãos.

Na manhã desta quarta-feira, a Lupa faz um acompanhamento das falas do prefeito Marcelo Crivella e das demais autoridades sobre o assunto. Veja a seguir:

“Nós passamos no teste”

AINDA É CEDO PARA DIZER

Dados disponíveis no Portal de Transparência do Rio de Janeiro mostram uma redução drástica tanto no orçamento disponível para a “manutenção do sistema de drenagem” quanto na consequente liquidação (pagamento) feita por esses serviços.

Um consulta ao Rio Transparente mostra que orçamento autorizado para 2017 para que a Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente pudesse fazer a “manutenção do sistema de drenagem” da cidade é de R$ 27,5 milhões. Em 2016, foram R$ 47,7 milhões.

No que diz respeito aos valores liquidados, a diferença também é grande. Até junho, a prefeitura pagou R$ 9,4 milhões. Se essa proporção for extrapolada para o resto do ano, seriam R$ 20 milhões em todo 2017. No ano passado, Eduardo Paes pagou 31,8 milhões.

Em entrevista à rádio CBN, Crivella reconheceu a redução no orçamento: “nossa falta de recursos agrava a situação da conservação” e prometeu que as galerias de água serão revistas.


“Não se tem notícias de um junho tão chuvoso”

VERDADEIRO

A série histórica mantida pelo Alerta Rio,  sistema de alerta de chuvas intensas e de deslizamentos em encostas da cidade do Rio de Janeiro, mostra que as chuvas deste mês de junho são consideradas um “evento raro”.

Entre às 23h50 do dia 19 e às 23h50 do dia 20, choveu no Alto da Boa Vista, bairro da Zona Norte da cidade, 244,6 mm. Na série histórica mantida pelo Alerta Rio, que existe desde 1997, não há registro de volumes acima de 200 mm em 24 horas em nenhum mês de junho. Esse total aparece apenas em registros que totalizam as chuvas mensais.

Na noite do dia 19, o sistema chegou a colocar o município em “estado de atenção”.

Para o ClimaTempo, volumes de chuva como os observados na capital fluminense nas últimas horas ocorrem em geral nos meses de verão.

Em seu “Prognóstico Climático de Inverno”, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também fez alertas para “chuvas acima da média” no Rio de Janeiro e em São Paulo.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo