Tem certeza que deseja sair da sua conta?

Fake news meteorológica: dá para acreditar em transmissões ao vivo?

Fundadora | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
18.ago.2017 | 06h00 |

Há algumas semanas, uma página de Facebook chamada “Newsfeed” fez uma transmissão ao vivo do que seria um gigantesco furacão no estado americano de Dakota do Sul. A gravação, mostrando o ar em movimento, relâmpagos e sons, ficou no ar por quatro horas e chegou a ser vista por nada menos do que 96 mil pessoas de forma simultânea. O problema? O furacão não existia.

Compartilhada 360 mil vezes, a transmissão consistia, na verdade, numa edição – relativamente bem feita – de uma .gif animada. Um trabalho que havia tomado por base imagens feitas em junho de 2015 por um fotógrafo apaixonado por tornados e furacões.

Durante a transmissão, não foram poucas as pessoas que alertaram sobre a possibilidade de aquele ser um Facebook Live com conteúdo falso, mas nem mesmo isso impediu que o post do “Newsfeed” recebesse 256 mil comentários e quase um milhão de “reações” – números de dar inveja por aí.

furacão4

E quem comemorou o sucesso do furacão fake? O fotógrafo Marko Korosec, que revelou a verdade em sua conta de Instagram e angariou milhares de seguidores.

“Esse .gif animado do Wall, um super furacão na Dakota do Sul (19 de junho de 2015) foi produzido pelo meu amigo @jonathanwennstroem (…) Essa foi uma grande oportunidade de exibir meu trabalho já que o vídeo viralizou ontem. Essa é minha vida. Esta é a minha razão de viver. Eu caço tormentas épicas, e você pode vir comigo na próxima primavera”, escreveu o fotógrafo.

Em seguida, Korosec indicou seu site profissional e deixou para trás uma enorme dúvida: ainda dá para acreditar em transmissões ao vivo?

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo