Tem certeza que deseja sair da sua conta?
Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert

Lula versus TRF-4: bisavô de magistrado matou Antônio Conselheiro?

Editor | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
17.jan.2018 | 20h00 |

Durante o ato “Em Defesa da Democracia e de Lula”, realizado por artistas e intelectuais no Rio de Janeiro na última terça-feira (16), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez críticas ao atual presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz. Na próxima quarta-feira, o TRF-4 avaliará em segunda instância a condenação de Lula pelo triplex do Guarujá (SP).

Ao falar sobre o magistrado, o ex-presidente afirmou o seguinte: “Esse cidadão é bisneto do general que invadiu Canudos e matou Antônio Conselheiro”.Recortes-Posts_FALSOO personagem histórico ao qual Lula se referia é Tomás Thompson Flores. Ele não é bisavô do atual presidente do TRF-4. O coronel (e não general) foi, na verdade, irmão do trisavô do desembargador. Além disso, vale destacar que o militar tentou invadir Canudos, mas não matou o líder do local, Antônio Conselheiro. Pelo contrário: Tomás Thompson Flores foi morto em batalha.

O desembargador Thompson Flores Lenz é de uma família tradicional no Rio Grande do Sul. É neto do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Thompson Flores, que esteve na corte suprema entre 1968 e 1981 – ou seja, foi nomeado durante a ditadura militar, pelo presidente Costa e Silva, e atuou nesse período.

O ex-ministro, por sua vez, era neto de seu homônimo Carlos Thompson Flores, que foi governador da província do Rio Grande do Sul, ainda na época do Império.

O ex-governador Carlos é irmão de Tomás, o personagem ao qual Lula se referiu. Tomás era militar e político. Lutou na Guerra do Paraguai e, em 1890, foi eleito para o cargo de deputado federal na primeira Constituinte do período republicano.

Em 1897, foi líder de uma expedição do governo brasileiro que tinha o objetivo de atacar Canudos, então cenário de uma revolta popular liderada por Antônio Conselheiro. Em 22 de junho daquele ano, morreu durante uma batalha. Conselheiro, por sua vez, só faleceu em 22 de setembro de 1897 – três meses mais tarde.

Em relato de Euclides da Cunha, Tomás tomou a linha de frente de sua brigada pessoalmente, mas preferiu não retirar as indumentárias de coronel – o que fez dele um alvo fácil e óbvio para os opositores.

A assessoria do TRF-4 confirmou as informações sobre a ascendência do desembargador. Através de sua assessoria, o ex-presidente Lula disse preferir não comentar as declarações.


“Eu acho estranho o presidente do tribunal [TRF-4] dizer que não leu a sentença mas que ela é irretocável”

Ex-presidente Lula no Twitter e em discurso feito no ato realizado a seu favor no RJ em 16/1Recortes-Posts_FALSOEm entrevista concedida ao jornal O Estado de S.Paulo em 6 de agosto de 2017, o presidente do TRF-4 afirmou o contrário do que disse Lula. Thompson Flores disse que havia lido exclusivamente a sentença de condenação emitida pelo juiz federal Sérgio Moro e que ela – e não todo o processo – era tecnicamente “irretocável”.

Na mesma entrevista, perguntando se confirmaria a sentença de primeira instância caso fizesse parte da 8ª Turma, o presidente do TRF-4 destacou que não tinha lido as provas: “isso eu não poderia dizer, porque não li a prova dos autos. Mas o juiz Moro fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos.”

A assessoria do ex-presidente Lula disse preferir não comentar as declarações.


“Eu tinha 87% de aprovação ao sair da Presidência

Ex-presidente Lula no Twitter e em discurso feito no ato realizado a seu favor no RJ em 16/1RECORTES-POSTS-VERDADEIROEm 16 de dezembro de 2010, o Ibope publicou uma pesquisa mostrando que a “aprovação ao presidente Lula havia crescido de 83% (em dezembro de 2009) para 87%”, enquanto sua desaprovação havia diminuído de 14% para 10% no mesmo período.


“Participei da elaboração da Constituinte em 88”

Ex-presidente Lula no Twitter e em discurso feito no ato realizado a seu favor no RJ em 16/1RECORTES-POSTS-VERDADEIRODe acordo com o site da Câmara, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realmente foi um dos deputados constituintes. Em 1987 ele ocupava uma vaga do PT-SP.

Leia outras checagens de ‘País’ / Outras publicadas neste mês / Volte à home

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo