A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Divulgação Prefeitura de Itanhaém
Foto: Divulgação Prefeitura de Itanhaém

#Verificamos: Temer não ‘oficializa fim do projeto Farmácia Popular’

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
24.maio.2018 | 17h00 |

Circula no Facebook a “notícia” de que o governo de Michel Temer teria oficializado o encerramento do programa que distribui medicamentos em farmácias credenciadas, o Farmácia Popular. A Lupa foi conferir a origem dessa história. Veja abaixo o resultado:

“Temer oficializa fim do projeto Farmácia Popular”
Título de postagem feita pelo site Jornal GGN no dia 22 de maio e com mais de 17 mil interações no Facebook em 48 horas

FALSO

Em primeiro lugar, vale destacar que a “notícia” em questão foi postada na última terça-feira dia 22 de maio de 2018, mas usa como fonte uma reportagem que foi publicada pelo site Brasil247 há um ano (em 11 de maio de 2017).  

A Lupa procurou o Ministério da Saúde (MS), e a pasta negou o ‘fim do projeto’. Em nota, informou que houve um remanejamento de recursos e que, em 2017, 393 unidades próprias do governo, ou seja pontos mantidos por ele dentro do programa Farmácia Popular, de fato foram fechadas – como mostrava a reportagem do Brasil247. Esta seria, segundo a pasta, a razão ou a origem da “notícia” desta semana anunciando o encerramento do programa.

Segundo o Portal da Transparência do Governo Federal, em 2016 foram gastos R$ 2,9 bilhões nas duas rubricas destinadas à ação. Em 2017, foram R$ 2,8 bilhões. Para este ano, o orçamento previsto é de R$ 3,04 bilhões. Esse total inclui R$ 523,8 milhões para o “sistema de co-pagamento” e R$ 2,5 bilhões para o “sistema de gratuidade” do programa Farmácia Popular. Essas duas linhas também estavam presentes nos orçamentos de 2016 e 2017.

O programa Farmácia Popular segue, portanto, funcionando e com orçamento. Hoje (24), segundo o ministério, o Farmácia Popular está presente em mais de 31 mil drogarias credenciadas em 4.342 municípios. Ao todo, são disponibilizados 42 produtos, sendo que 26 deles gratuitamente. O restante tem descontos que chegam a 90%.

*Nota: esta checagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. 

*Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Cristina Tardáguila

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo