A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: é falso que OAB aprovará todos que fariam prova em 27/5

Fundadora | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
26.maio.2018 | 10h12 |

Circula na internet neste sábado (26) a “notícia” de que, por conta da greve dos caminhoneiros, a Ordem dos Advogados do Brasil teria suspendido o exame que aplicaria no domingo 27 de maio e que automaticamente aprovaria todos os candidatos. Segundo a postagem, “o adiamento da prova seria muito caro aos cofres da entidade” e “não seria justo com os candidatos que esperassem por mais 4 meses para a realização de um novo exame”. A Lupa foi verificar essa história. Confira o resultado:

“OAB decide aprovar todos os candidatos que fariam a prova domingo [27/5]”
Título de postagem feita pelo site SigaoNed.com no dia 25 de maio de 2018 e que, em menos de 24h já tinha tido mais de 1,3 mil interações no Facebook

FALSO

O site da Ordem dos Advogados do Brasil informa que a prova da 2ª fase do XXV Exame de Ordem, que seria aplicado no domingo 27 de maio, foi adiada para 10 de junho de 2018. Na nota oficial, não há qualquer menção à aprovação de todos os inscritos nem a um adiamento por quatro meses – como sugere a postagem analisada.

No comunicado, a OAB explica com clareza que o adiamento foi feito “devido à greve de caminhoneiros que ocorre no Brasil” e expõe seu novo calendário oficial, a ser seguido por todos os inscritos. Veja abaixo:

6/6/2018: Divulgação dos locais de realização da prova prático-profissional

10/6/2018: Realização da 2ª fase (prova prático-profissional)

10/6/2018: Divulgação do padrão de resposta preliminar da prova prático-profissional

29/06/2018: Divulgação do padrão de respostas definitivo e do resultado preliminar da 2ª fase (prova prático-profissional)

Das 12h do dia 30/6 às 12h do dia 3/7/2018: Prazo recursal acerca do resultado preliminar da 2ª fase

12/7/2018: Decisão dos recursos acerca do resultado preliminar e divulgação do resultado final do Exame

O site analisado aplicou uma discreta etiqueta de “embuste” na “notícia” analisada. A marcação pode passar despercebida. Bem como a ironia em relação à fonte utilizada, o “G UM”. Em seu Facebook, a página apresenta-se com mais clareza como sendo de “humor jurídico repleta de mau sentimento”.

*Nota: esta checagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. 

*Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Clara Becker e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo