A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: RedeTV!/Reprodução
Foto: RedeTV!/Reprodução

Quatro exageros do presidenciável Levy Fidelix em entrevista à RedeTV

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
29.jun.2018 | 11h00 |

No dia 18 de junho, Levy Fidelix, pré-candidato à Presidência da República pelo PRTB, foi entrevistado na RedeTV!. Falou sobre transporte, PIB, bancos e eleições passadas. A Lupa checou algumas de suas declarações. Veja, a seguir, o resultado:

“Hoje [nossa malha ferroviária] está reduzidíssima a 9 mil quilômetros”
Levy Fidelix, candidato do PRTB à Presidência da República, em entrevista concedida à RedeTV! no dia 18 de junho de 2018

EXAGERADO

De acordo com a Declaração de Rede da Agência Nacional de Transportes Terrestres, a malha ferroviária concedida no Brasil hoje é de 29.075 quilômetros – número três vezes maior do que o citado pelo candidato.

Procurado, Fidelix não retornou.


“Hoje, os bancos mandam 64 milhões de pessoas para o SPC/Serasa”
Levy Fidelix, candidato do PRTB à Presidência da República, em entrevista concedida à RedeTV! no dia 18 de junho de 2018

EXAGERADO

Em junho, o Serasa Experian divulgou seu último estudo sobre o assunto. Ele traz números referentes a maio de 2018 e indica que, naquele mês, a inadimplência atingiu 61,4 milhões de consumidores. As dívidas com bancos e cartões representaram, no entanto, 28,5% do total de negativados. Isso quer dizer que os bancos mandaram 17,5 milhões pessoas ao Serasa – 46,5 milhões a menos do que o total citado por Fidelix.

Procurado, Fidelix não retornou.


“Na última eleição [de 2014], tivemos meio milhão de votos”
Levy Fidelix, candidato do PRTB à Presidência da República, em entrevista concedida à RedeTV! no dia 18 de junho de 2018

EXAGERADO

Nas últimas eleições gerais de 2014, Levy Fidelix teve 446.878 votos – 50 mil votos a menos do que citou na entrevista. Fidelix fez 0,43% dos votos válidos e ficou em sétimo lugar entre os onze candidatos que participaram da disputa. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral.

Procurado, Fidelix não retornou.


“Os bancos, há 15, 20 anos atrás, participavam do PIB nacional com apenas 4%. Hoje, estão na faixa de 20%”
Levy Fidelix, candidato do PRTB à Presidência da República, em entrevista concedida à RedeTV! no dia 18 de junho de 2018

EXAGERADO

Dados do IBGE mostram que, em 2000 e 2002, os bancos eram responsáveis por 6,8% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Hoje em dia, representam 7,8% – numa alta bem inferior à mencionada por Fidelix.

Procurado, Fidelix não retornou.

Editado por: Cristina Tardáguila e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo