A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Segurança pública: saiba quais são os maiores problemas de cada estado

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.ago.2018 | 11h00 |

Daqui a exatos 38 dias, o Brasil vai às urnas para escolher seu próximo presidente e 27 governadores. E a preocupação com os problemas da segurança pública e da violência fará parte dessa escolha.

Em cada canto do país, porém, a questão se apresenta com características específicas. Para dar conta delas, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) lança nesta quinta-feira (30) seu Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2018 – destinado a discutir os problemas de cada estado.  

São 15 dados embasados por uma análise produzida por especialistas de cada unidade da federação. Entre esses números, destacam-se, por exemplo, as mortes violentas intencionais (resultado da soma de homicídios dolosos, mortes decorrentes de ações policiais, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte). O que aconteceu com cada estado nos últimos quatro anos?

O estudo também traz dados alarmantes sobre a ação de facções criminosas – de Norte a Sul do país. Acesse o levantamento completo aqui

A Lupa obteve esse levantamento com exclusividade e separou quatro das principais informações sobre cada local. Veja a seguir:

 

Editado por: Natália Leal e Cristina Tardáguila

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo