A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo de ônibus tendo malas roubadas não foi gravado no RJ

Fundadora | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
03.set.2018 | 12h02 |

Circula nas redes sociais um vídeo de celular que mostra um ônibus verde, em movimento, sendo atacado por ladrões nas ruas de uma grande cidade. Na gravação, os criminosos abrem os compartimentos laterais do veículo e roubam as malas dos passageiros. As postagens que acompanham o vídeo trazem um alerta: “Quando for para o Rio de Janeiro de ônibus, leve pouca bagagem e carregue consigo dentro do ônibus, pois olha só o que está acontecendo por lá”.

Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse vídeo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Quando for para o Rio de Janeiro de ônibus, leve pouca bagagem e carregue consigo dentro do ônibus, pois olha só o que está acontecendo por lá”
Alerta que acompanha vídeo que, até as 16h do dia 31 de agosto de 2018, já tinha mais de 108 mil compartilhamentos no Facebook

FALSO

O vídeo em si não foi adulterado, mas a legenda que o acompanha é falsa. Ele não foi gravado nem no Rio de Janeiro nem no Brasil. A gravação vem da França – como pode ser confirmado aqui, aqui e aqui.

O ônibus que aparece nas imagens é da empresa Flixbus, e o caso foi fartamente noticiado em julho deste ano. Em sua conta de Twitter, a Flixbus informa que o episódio – uma “exceção” – ocorreu na cidade de Grenoble, durante as comemorações da Copa do Mundo de 2018.

Segundo a empresa, alguns vândalos se aproveitaram do momento de festa – a França venceu o Mundial – para cometer crimes. Quando o motorista do ônibus viu o perigo que o grupo corria, priorizou a segurança dos passageiros em detrimento das malas. “Não houve tempo suficiente para trancar os bagageiros. Lamentamos que uma comemoração feliz tenha terminado desta forma. Medidas legais já foram tomadas”, acrescenta a empresa em outro tuíte.

Verificação semelhante foi feita pelo site É ou não é.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Clara Becker e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo