A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo antigo não mostra venezuelanos em busca de comida

por Clara Becker
10.set.2018 | 18h07 |

Circulam nas redes sociais vídeos que mostram um grupo de venezuelanos escalando prédios e entrando em apartamentos pelas janelas. As postagens que acompanham esses vídeos afirmam que o grupo estaria invadindo as propriedades para furtar comida. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:


Os venezuelanos invadindo os condomínios em busca de comida. O socialismo instalou o caos na Venezuela! E a imprensa brasileira esconde isso
Alerta que acompanha vídeo que, até as 18h do dia 10 de setembro de 2018, já tinha mais de 111 mil compartilhamentos no Facebook

FALSO

O vídeo em si é verídico, mas a legenda que o acompanha é falsa. A gravação, que voltou a circular nos últimos dias mostra, na verdade, episódio que ocorreu em 2014, na cidade venezuelana de Ocumare del Tuy.

Em março daquele ano, um conjunto habitacional seria entregue a um grupo de cidadãos inscritos no programa de urbanismo “Ciudad Betania V”. Pessoas que não foram contempladas iniciaram um protesto, exigindo serem incorporadas ao programa e alegando serem parte de um grupo populacional com prioridade.

Por não serem atendidas em suas demandas, essas pessoas invadiram os apartamentos. Elas não estavam, portanto, em busca de comida, mas de habitação. A maior parte dos imóveis do programa estava, inclusive, vazia.  

Verificação semelhante foi feita pelo site boatos.org.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Cristina Tardáguila e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo