A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Jean Wyllys não recebeu convite para ser Ministro da Educação de Haddad

por Clara Becker
24.set.2018 | 15h47 |

Circula nas redes sociais a informação de que Jean Wyllys, deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro, teria aceitado o convite para assumir o Ministério da Educação em um eventual governo de Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Jean Wyllys confirma convite de Haddad para ser ministro da educação em eventual governo do petista”
Conteúdo contido em imagens (aqui, aqui, aqui, aqui e aqui) que, até às 15h do dia 24 de setembro de 2018, já tinham sido compartilhadas 126 mil vezes no Facebook

FALSO

Em nota (aqui, aqui e aqui também), a assessoria de Jean Wyllys negou que tenha havido qualquer convite ou sondagem desta natureza até a tarde da segunda-feira (24/9). A assessoria ressaltou ainda que a “notícia” analisada pela Lupa tem aparecido de forma recorrente na internet desde as eleições de 2014.

Naquele ano, foi dito que Jean Wyllys seria “ministro da Juventude” da também petista Dilma Rousseff. Em 2016, o deputado foi falsamente nomeado secretário de educação de Haddad, na Prefeitura de São Paulo. “É a mesma mentira em cada eleição”, reforça a nota.   

A assessoria de Fernando Haddad foi procurada pela reportagem e afirmou que a “última preocupação” do candidato agora é a formação de ministérios. “Estamos preocupados em ganhar eleição e, para isso, temos que ampliar nosso espectro político, mas sem qualquer vínculo de negociação de cargos futuros”.

O jornal Folha de São Paulo também fez verificação semelhante e ressaltou que o repórter, Bernardo Caram, que aparece como autor do falso texto do G1 trabalha para Folha desde março, quando deixou o portal da Globo. Não poderia, portanto, ser autor de notícia recente para essa empresa.

*Atualização feita às 9h30 do dia 6 de outubro de 2018: Uma variação desta notícia foi detectada nas redes. Imagem informando que Wyllys havia dito que “a bíblia é uma piada” e que “as igrejas são circos” passou a viralizar. Em julho de 2015, o deputado desmentiu essa declaração em seu Twitter. Na época, o Boatos.org fez uma verificação sobre isso.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Cristina Tardáguila e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo