A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É antiga e foi adulterada imagem usada para acusar petistas de agredir defensores de Bolsonaro

por Clara Becker
25.set.2018 | 13h40 |

Circula nas redes sociais uma imagem que mostra militantes do PT agredindo a pontapés um cidadão com uma camisa do Brasil. A legenda que acompanha a foto diz que se trata de um flagrante da intimidação a pessoas que adesivam carros em apoio ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que essa foto fosse analisada. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Estão intimidado pessoas que estão adesivando os carros com apoio a Bolsonaro
Texto que acompanha foto que, até as 12h30h do dia 25 de setembro de 2018 já tinha sido compartilhada mais de 23 mil vezes no Facebook

FALSO

A imagem acima é uma montagem e não tem qualquer relação com a campanha eleitoral de 2018. Na foto original, feita pelo fotógrafo Antonio Lacerda, da Agência EFE, a pessoa agredida não veste a camisa do Brasil, mas uma camiseta branca.

A EFE, empresa detentora dos direitos da imagem, informa ainda que que a imagem data de fevereiro de 2015 e foi feita no centro do Rio de Janeiro, em um ato promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) em defesa da Petrobras.

De acordo com a agência de notícias espanhola, o conflito se deu quando os sindicalistas se encontraram com um grupo de manifestantes que tentavam boicotar o evento, defendendo investigações na empresa. Ou seja, a afirmação de que seria um ato contra pessoas adesivando carros com apoio a Bolsonaro é falsa.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Cristina Tardáguila e Leandro Resende

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo