A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Michael Melo - Metrópoles
Michael Melo - Metrópoles

Cinco erros dos candidatos melhores colocados na disputa ao governo do DF

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
27.set.2018 | 12h01 |

Candidatos ao governo do Distrito Federal participaram de debate promovido pelo portal Metrópoles na última segunda-feira (24). A Lupa checou frases de Alberto Fraga (DEM), Eliana Pedrosa (PROS), Ibaneis Rocha (MDB), Rodrigo Rollemberg (PSB) e  Rogério Rosso (PSD), os melhores colocados na mais recente pesquisa Ibope de intenção de voto, divulgada em 17 de setembro. Veja o resultado:

“Temos 14 delegacias fechadas no Distrito Federal”
Alberto Fraga (DEM)

EXAGERADO

O Distrito Federal conta com 49 delegacias e todas estão em funcionamento. Uma reportagem do Metrópoles mostrou que há 14 unidades que fecham após as 19h e não abrem nos finais de semana por falta de pessoal e infraestrutura – mas elas não estão permanentemente fechadas, como indica Fraga.

Procurada, a assessoria do candidato afirmou que “na frase ele diz que estão fechadas de noite”. Porém, Alberto Fraga (DEM) não afirmou que as delegacias eram fechadas apenas no período noturno, como é possível conferir no vídeo do debate.


“Queremos implementar várias ações para (…) resgatar essa dívida [histórica com os descendentes de matriz africana] e darmos mais oportunidades para todos os seus descendentes”
Eliana Pedrosa (Pros)

DE OLHO

No programa de governo registrado pela candidata junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não há menção a qualquer projeto para “descendentes de matriz africana”, negros e pardos em nenhuma das áreas de governo. A única menção ao tema, feita de forma genérica, está na introdução do trecho do programa de governo que elenca as propostas de Eliana Pedrosa para a cultura. “O extraordinário legado de um território continental com uma única língua pátria foi consolidado com maiores e menores influências dos povos europeus, dos povos africanos e dos povos indígenas”, diz parte do documento.

Procurada, Eliana não retornou.


“Temos a melhor rede hoteleira [do país]”
Ibaneis Rocha (MDB)

INSUSTENTÁVEL

O Ministério do Turismo afirma que não há estudos que mostrem qual é a melhor rede hoteleira do Brasil. O que existe é a Pesquisa de Serviço de Hospedagem (PSH) 2016, do IBGE em convênio com a pasta. O levantamento tem dados quantitativos e “não diz respeito a classificação de qual estado seria ‘melhor’ que o outro”, segundo o instituto.

De acordo com o IBGE, o DF lidera apenas a “proporção de estabelecimentos de grande porte”, com 36,3% das hospedagens dentro desse parâmetro. No ranking sobre o número total de estabelecimentos, o DF ocupa a 24ª colocação, com 279 locais disponíveis para hospedagem – à frente apenas de Acre (110), Amapá (72) e Roraima (60). Já em relação à quantidade de leitos disponíveis, o DF está em 16º lugar, com 39.424 leitos.  

Procurado, Ibaneis Rocha não retornou.


“Hoje, Brasília é a cidade em que você abre a empresa no período mais rápido [de tempo] do Brasil”
Rodrigo Rollemberg (PSB)

FALSO

O estudo “Índice de cidades empreendedoras 2017”, elaborado e divulgado pela Endeavor Brasil , mostra que Brasília é a 20ª cidade no ranking que mede o tempo necessário para a abertura de empresas – ou seja, em 19 municípios o prazo para isso é menor do que na capital federal. Em 2017, demorava-se 57 dias para abrir uma empresa em Brasília. Em Cuiabá, cidade que lidera o ranking, se levava 20 dias em 2017. Naquele ano, a média do tempo de abertura de uma empresa no país era de 62 dias. Foram analisadas 32 cidades de 22 estados. Veja a posição de cada uma delas aqui.

Procurado, Rollemberg não retornou.


“O Distrito Federal (…) tirou o 22º [no Ideb]”
Rogério Rosso (PSD)

EXAGERADO

Não existe uma nota única para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). As médias estaduais são separadas em três estágios do ensino básico anos iniciais e anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Em 2017, dado mais recente do Ideb, o Distrito Federal estava acima do 22º lugar em todos os níveis.

Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a rede distrital empatou com Santa Catarina em oitavo lugar, com nota 6. Nos anos finais, ficou na 15ª colocação, com nota 4,3 – junto com o Rio Grande do Sul. Já no Ensino Médio, o DF era o 13º colocado, empatado com Rio Grande do Sul, Maranhão e Alagoas, todos com nota 3,4. A meta estipulada pelo MEC não foi atingida nos últimos dois níveis de ensino.

Procurado, Rosso não retornou.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo