A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Frase atribuída a Manuela foi dita por Lennon em 1966

por Chico Marés
06.out.2018 | 08h51 |

Circula na internet um imagem em que a candidata a vice-presidente Manuela D’Ávila (PCdoB) aparece dizendo que o cristianismo vai encolher e acabar. Na foto, há a seguinte citação: “Nós [supostamente, ela e seus correligionários] somos mais populares do que Jesus neste momento”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:


“O cristianismo vai desaparecer. Vai diminuir e encolher. (…) Nós somos mais populares do que Jesus neste momento”
Frase que acompanha imagem de Manuela D’Ávila (aqui, aqui e aqui) e que, até as 9h do dia 6 de setembro de 2018, já tinha mais de 95 mil compartilhamentos no Facebook

A frase em questão nunca foi dita por Manuela. Seu autor, na verdade, é John Lennon, guitarrista e vocalista da banda inglesa The Beatles.

Em março de 1966, em entrevista ao jornal britânico The Evening Standard, Lennon declarou exatamente o seguinte: “O cristianismo vai desaparecer. Vai diminuir e encolher. Eu não preciso discutir isso; eu estou certo e isso será provado. Nós somos mais populares do que Jesus neste momento. Não sei o que vai sumir primeiro, o rock’n’roll ou o cristianismo. Jesus era bacana, mas seus discípulos eram grosseiros e ordinários. É a manipulação [das palavras de Jesus] deles que arruína [o cristianismo] para mim”. A frase passou despercebida no Reino Unido, mas gerou protestos contra a banda nos Estados Unidos quando republicada por jornais americanos.

A Lupa contatou a assessoria de Manuela, que afirmou que a candidata “jamais fez tal declaração”.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Cristina Tardáguila e Clara Becker

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo