A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#VerificamosENEM: É verdade que Google sugeriu ajuste manual de celulares Android para o horário de verão

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
03.nov.2018 | 17h18 |

Circulam nas redes sociais alertas de que os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem ajustar manualmente o horário de verão em seus celulares. Por meio do projeto #VerificamosENEM, a Lupa analisou o material. Veja abaixo:

“Google sugere que candidatos do Enem devem ajustar horário de verão manualmente nos celulares Android”

VERDADEIRO

Na última segunda-feira (29), o Google Brasil, empresa proprietária do sistema operacional Android, de fato fez um post em seu blog, comunicando aqueles que têm compromisso importante no domingo 4 de novembro para que ajustassem manualmente a hora de seus aparelhos de telefone, antes do início oficial do horário de verão. Na postagem a empresa ainda explicou como é simples realizar esse ajuste:

  1. Entre no menu Configurações e procure o item chamado “Sistema”. Depois escolha “Data e Hora” ou algo similar. (Em alguns aparelhos talvez não seja necessário passar pelo menu “Sistema”).
  2. Desative as opções “Data e hora automáticas” e “Fuso horário automático”.
  3. Depois desses passos, adicione 1 hora em seu horário local e tudo estará pronto para ativar seus despertadores.

Eis o post do Google:

Na manhã seguinte, continua o Google, lembre-se de desfazer essas configurações ativando as opções “Data e hora automáticas” e “Fuso horário automático” e reinicie seu aparelho. O horário deve então estar de acordo com o sinal enviado pelas operadoras.

O Inep informa que enviou ofícios à Anatel e às principais operadores de telefonia do país, ressaltando que a data da primeira prova do Enem 2018 coincide com o início do horário de verão.

Editado por: Cristina Tardáguila

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo