A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

#VerificamosENEM: Horário de fechamento dos portões varia com fuso-horário. Fique de olho!

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
10.nov.2018 | 15h51 |

Neste domingo, milhões de estudantes de todo o país farão a segunda prova do Enem 2018, nas disciplinas de matemática e ciências naturais. Nesse momento, é importante tomar cuidado para não errar o horário, esquecer documentos importantes ou levar itens proibidos para a sala de aula. Por meio do projeto #VerificamosENEM, a Lupa verificou algumas questões importantes para quem vai fazer o exame. Veja abaixo:

“Em todo o Brasil, o portão fecha às 13 horas”

FALSO

O Enem é realizado simultaneamente em todas as regiões do país, às 13 horas de Brasília. Em razão do horário de verão e de diferenças de fuso-horário em algumas partes da região Norte, o portão dos estabelecimentos que estão sediando a prova do Enem vão fechar em horários diferentes no país. Confira a seguir quando fecham os portões, na hora local, em cada estado:

13h – Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande Do Sul, Santa Catarina, São Paulo

12h – Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins

11h – Amazonas (exceto 13 municípios na região Sudoeste do estado, ver abaixo), Rondônia e Roraima

10h – Acre e Amazonas (nos municípios de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença, Tabatinga)

Depois do fechamento dos portões, o participante não pode permanecer no local de aplicação das provas se não tiver um documento de identificação válido.


“O tempo de prova é menor no segundo dia do que no primeiro”

VERDADEIRO

De fato, o estudante terá menos meia hora para realizar a segunda prova do Enem. No dia 4 de novembro, quando foi aplicado a avaliação de linguagens, redação e ciências humanas, o participante teve de 13h30 às 19h (horário de Brasília) para concluir a prova. Contudo, no próximo domingo (11), quando o estudante será avaliado nas questões de  matemática e ciências naturais (química, física e biologia), ele terá de 13h30 às 18h30 (horário de Brasília) para finalizar o exame.


“Não é obrigatório levar o Cartão de Confirmação de Inscrição”

VERDADEIRO, MAS

O site do Inep informa que é “aconselhável” levar o Cartão de Confirmação de Inscrição, porém não se trata de uma obrigação do exame. O instituto só classificou como “obrigatório” levar caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente e um documento oficial de identificação original com foto.

Entre os itens que estão proibidos no dia da prova estão: borracha, corretivo, dispositivos eletrônicos, lápis, livros e outros. Para acessar a lista completa confira a sessão “no dia” do site do Inep.


“O Documento Provisório de Registro Nacional Migratório pode ser usado como forma de identificação”

VERDADEIRO

Em 2018, o Inep inseriu mais duas possibilidades como documentos válidos para a identificação do estudante – uma delas é o Documento Provisório de Registro Nacional Migratório. Esse documento foi criado no início de 2018 pelo presidente Michel Temer e visa garantir os direitos constitucionais e acesso a serviços públicos a migrantes e refugiados no Brasil. Outra novidade é a permissão do Protocolo Provisório de Solicitação de Refúgio emitido pelo Departamento de Polícia Federal para a identificação do Enem.

Ao todo, segundo o site do Inep, existem 12 documentos que podem ser utilizados identificar um estudante no dia da prova. São eles: carteira de identidade, carteira de identidade de estrangeiro (inclusive para refugiados), carteira de Registro Nacional Migratório, identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade (por exemplo: carteira da OAB), carteira de trabalho, certificado de reservista, certificado de dispensa de incorporação, passaporte, carteira nacional de habilitação e identidade funcional, além dos outros dois documentos acima citados. Não é aceito qualquer documento em formato digital.


“Não permitir que artigos religiosos sejam revistados é motivo de eliminação no Enem”

VERDADEIRO

Segundo o site do Inep, é necessário deixar os fiscais da prova revistarem artigos religiosos como burca e quipá. Caso contrário, este pode ser um dos motivos de eliminação do exame.


“O gabarito oficial do Enem sairá no domingo, depois da última prova”

FALSO

O Inep informa que o gabarito oficial do exame só estará disponível três dias úteis depois do último domingo de provas (11). O estudante pode conferir no site do instituto ou pelo aplicativo Enem 2018.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo