A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Cuba não tem apenas dois cursos de Medicina

por Leandro Resende
20.nov.2018 | 18h40 |

Circula nas redes sociais e em grupos de Whatsapp a informação de que existem apenas duas “universidades de Medicina em Cuba”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Raciocinem! Existem apenas DUAS Universidades de Medicina em Cuba
Imagem compartilhada em grupos de WhatsApp monitorados pelo Monitor de WhatsApp, da Universidade Federal de Minas Gerais, entre os dias 17 e 19 de novembro, além de postagens no Facebook e no Blog do Kaweshi

FALSO

A Infomed, rede de informações sobre saúde de Cuba, lista dez universidades de ciências médicas, sete faculdades de medicina, além da Escola Latino-Americana de Medicina e da Escola Nacional de Saúde Pública, e de centros de pesquisa específicos. Reportagem da EBC mostrou, em 2013, que existiam 26 faculdades de Medicina em Cuba, incluindo a Escola Latino-Americana de Medicina e o curso de Medicina da Universidade La Habana. De acordo com o Ministério de Educação Superior, existem, no total, 22 universidades e três centros de pesquisa de Ensino Superior no país.


“[Cuba] forma 300 médicos por ano”
Imagem compartilhada em grupos de WhatsApp monitorados pelo Monitor de WhatsApp, da Universidade Federal de Minas Gerais, entre os dias 17 e 19 de novembro, além de postagens no Facebook e no Blog do Kaweshi

FALSO

Um estudo feito pelo Ministério da Saúde Pública de Cuba, mostrou que o país formou  80.607 médicos em 44 anos (de 1959 até 2003), uma média de 2.015 profissionais por ano. Em 2015, segundo a Organização Mundial da Saúde, Cuba tinha 76,5 mil médicos. Desses, 36,4 mil eram especializados em saúde da família. A densidade de médicos no país é de 6,7 profissionais a cada mil habitantes. No Brasil, essa razão é de 1,8 para mil.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Chico Marés e Cristina Tardáguila

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo