A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Hospitais, educação integral e vigilância nos presídios: quais promessas Alckmin cumpriu durante seu mandato?

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
15.dez.2018 | 07h01 |

Em 2014, São Paulo reelegeu Geraldo Alckmin (PSDB) governador – mas ele encerrou seu mandato ao deixar o cargo em abril de 2018 para se candidatar à Presidência (acabou em 4º lugar, com 4,76% dos votos). Seu vice, Márcio França (PSB), assumiu o estado. A Lupa analisou algumas das promessas que a chapa registrou no programa de governo entregue ao Tribunal Superior Eleitoral. Veja:

“Concluir a implantação do Trecho Norte do Rodoanel”

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

FALSO

As obras do Trecho Norte do Rodoanel serão concluídas só em 2019, segundo a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), empresa pública responsável pela construção. A previsão era de que elas terminassem em novembro de 2014. Esta é etapa restante para a conclusão do anel rodoviário ao redor de São Paulo, que começou a ser construído em 1998.

A obra do Trecho Norte também foi marcada por suspeitas de irregularidades. Em 2018, o Ministério Público Federal denunciou 14 pessoas, incluindo o ex-presidente da Dersa Laurence Casagrande, pelo suposto desvio de R$ 625 milhões relacionados à obra.

Procurado, Alckmin afirmou que o atraso se deu porque a União repassou apenas 13% do valor da obra, e não os 33% que haviam sido acordados no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).


“Construir novos Hospitais ampliando a cobertura em todas as regiões do estado”

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

EXAGERADO

Segundo o Datasus, o número de hospitais geridos pelo governo de São Paulo subiu de 95 para 106 no período entre dezembro de 2014 a outubro de 2018, mas nem todas as regiões do estado tiveram a cobertura ampliada. Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, não receberam novos hospitais e o número de equipamentos diminuiu na região de Bauru. A Grande São Paulo, a Baixada Santista, e as regiões de Marília, Piracicaba, Registro, Sorocaba e Taubaté ganharam novas unidades.

Procurado, Alckmin sustentou, por telefone, que não há região do estado de SP que não tenha hospital e que, em algumas delas, não havia “necessidade de construir mais um.”


“Garantir alfabetização das crianças até os sete anos”

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

EXAGERADO

Em 2014, o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) indicava que 98,7% dos alunos de até sete anos na rede estadual já sabiam ler e escrever. Mas essa avaliação foi descontinuada pela Secretaria de Educação por não ter consonância com as que são realizadas pelo Ministério da Educação. Atualmente, é aferido o desempenho dos alunos no fim do ciclo de alfabetização – 3º ano do ensino fundamental ou oito anos. Isso não mudou em SP entre os anos de 2014 e 2017. Em ambos, foi considerado “adequado”, sem avaliações numéricas – no 3º anos, os alunos paulistas demonstraram pleno domínio dos conteúdos de língua portuguesa e matemática.

Já a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), do Inep, indica que os indicadores de leitura e de matemática pioraram entre os alunos de até oito anos em SP no período entre 2014 e 2016, dados mais recentes disponíveis. Em 2014, 59,6% dos alunos nessa faixa etária tinham desempenho considerado suficiente em leitura. Em 2016, esse percentual caiu para 58,7%. Em matemática, 61% dos alunos tinham desempenho suficiente em 2014 e 60,8% em 2016.

Procurado, Alckmin afirmou que “São Paulo também se destaca acima da média nacional e das regiões com melhores desempenhos: Sul e Sudeste”.


“Ampliar o acesso à educação integral

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

VERDADEIRO, MAS

Entre 2014 e 2017, o número de alunos matriculados em escolas de tempo integral na rede estadual de ensino cresceu 45,3%, segundo as Sinopses Estatísticas da Educação Básica. Em 2014, eram 186.561 crianças e jovens – considerando todas as etapas da educação básica. Em 2017, chegou a 271.092. Mas a proporção de alunos no ensino integral estadual com relação ao total da rede é menor do que em outros estados: são 7,9% dos estudantes em SP, contra 9,7% na média de todas as redes estaduais.

Procurado, Alckmin disse que a comparação de SP com outros estados brasileiros “não considera a dimensão da rede pública de SP, a maior do país”.  


Ampliar o acesso ao ensino superior à distância, semipresencial, por meio da Universidade Virtual do Estado de São Paulo – Univesp”

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

VERDADEIRO

Segundo a Sinopse Estatística do Ensino Superior, em 2017, a Univesp registrou 17.239 matrículas em modalidade de ensino à distância – 87,6% do total de 19.674 matrículas desse tipo no estado de SP. Em 2014, ano em que a Univesp fez seu primeiro vestibular, eram 206 matrículas de ensino à distância na rede estadual. No mesmo período, o número de vagas presenciais na rede estadual presencial subiu bem menos: de 178.489 para 184.983.


“Implantar sistema de vigilância interna e externa dos presídios com utilização de Drones”

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

VERDADEIRO

A Secretaria de Administração Penitenciária informou que tem 11 drones, para realizar vistorias nos presídios paulistas. Os 10 primeiros foram comprados em junho de 2017, sob o investimento de R$ 157,5 mil. Até novembro deste ano, os equipamentos foram usados em 569 ações de varredura, em especial no teto das instituições penitenciárias e em locais de difícil acesso.


“Promover a criação de novos parques tecnológicos especializados em tecnologias verdes”

Promessa de governo da chapa de Geraldo Alckmin, registrada no TSE em 2014

VERDADEIRO

Segundo a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, foram inaugurados nove parques tecnológicos no último mandato de Alckmin, de 2015 a 2018. Atualmente, há 20 parques tecnológicos em SP – 11 foram construídos entre 2006 e 2014.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo