A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que governador da Bahia tenha se declarado ‘presidente do Nordeste’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
11.jan.2019 | 13h19 |

Circula nas redes sociais vídeo com entrevista do governador da Bahia, Rui Costa (PT), sobre segurança pública. Na legenda, é dito que Costa “afrontou” o ministro Sérgio Moro e o presidente Jair Bolsonaro e se declarou “presidente do Nordeste”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Afrontando Bolsonaro e Sérgio Moro, o governador da Bahia Rui Costa (PT) se declara novo ‘Presidente da República do Nordeste do Brasil’, e articula união de um Nordeste Vermelho contra o ‘crime’”
Legenda de vídeo publicado no Facebook, com cerca de 3,9 mil compartilhamentos às 12h40 do dia 11 de janeiro

FALSO

Nada do que foi escrito na publicação é dito no vídeo, exceto a articulação de governadores nordestinos contra o crime. No trecho da entrevista citada, Costa diz que pretende montar um consórcio interestadual de segurança pública com outros governadores da região para combater o crime organizado. Ele diz que deve levar essa proposta de consórcio aos outros governadores nordestinos em reunião a ser realizada no fim de janeiro.

A ideia, segundo o petista, seria utilizar esse consórcio para comprar equipamentos que pudessem ser compartilhados entre os estados, como, por exemplo, “aviões para o transporte de tropas”.

Costa não se declara “presidente do Nordeste”, e os nomes de Moro e Bolsonaro nem sequer são mencionados na entrevista. Tampouco foi mencionada a participação ou não do governo federal. Assista ao vídeo:

Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2018, dos 10 estados com mais mortes violentas no país, seis ficam na região Nordeste: Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. Dos nove estados da região, apenas dois, Maranhão e Piauí, tem taxa de mortes violentas inferior à média do país, que é de 30,8 a cada 100 mil habitantes.

*Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo