A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Não é da Venezuela vídeo que mostra fraude na entrega de merenda a crianças

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
19.fev.2019 | 17h58 |

Circula nas redes sociais um vídeo de crianças fazendo fila para tirar foto com prato cheio de comida e devolvendo a refeição logo após o clique. A legenda que acompanha as imagens diz que é uma tentativa do governo venezuelano mostrar ao mundo “que seus alunos recebem merenda e não precisam da ajuda humanitária”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Governo Venezuelano mostrando ao mundo que seus alunos recebem merenda e não precisam da ajuda humanitária

Publicação que, até as 17h30 do dia 19 de fevereiro de 2019, tinha sido compartilhada ao menos 1,5 mil vezes no Facebook

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa é de 2016 e se passa na Colômbia – portanto, a informação de que seria uma tentativa do governo venezuelano mostrar que não precisa de ajuda humanitária é falsa.

Conforme noticiado pela imprensa colombiana em abril de 2016, a gravação foi feita pela professora Claribeth Rodríguez que denunciou um esquema de falsa entrega da alimentação escolar dos alunos do colégio Sagrado Corazón, na cidade de Aguachica. Depois de tirar uma foto com pratos de comidas com porções fartas, as crianças devolviam a refeição e recebiam porções menores nas mãos. Seis pessoas foram presas após a divulgação do vídeo.

Checagem semelhante foi feita pelo site Boatos.org

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo