A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Imagem: Isaac Avila Rodriguez/IFCN
Imagem: Isaac Avila Rodriguez/IFCN

No Dia Internacional da Checagem, um convite para professores lutarem contra notícias falsas

Diretor de Estratégias e Negócios | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.abr.2019 | 10h00 |

Neste 2 de abril, Dia Internacional da Checagem, a International Fact-Checking Network (IFCN) – rede que reúne cerca de 150 iniciativas de verificação em todo o mundo – anuncia uma das mais ambiciosas ações para ajudar educadores a mobilizar alunos de todo o planeta a se envolver na luta contra as notícias falsas em todo o mundo. Está no ar, no site  FactCheckingDay.com, o EduCheckMap, um mapa-múndi que reúne cerca de 200 ferramentas e recursos educacionais que poderão ser usados em sala de aula para auxiliar no ensino de técnicas básicas de verificação.

O levantamento, realizado pela plataforma de checagem argentina Chequeado, tem materiais – vídeos, documentos, apresentações e links – em 15 línguas. Em português, está o trabalho do LupaEducação, braço da Agência Lupa que, desde 2017, busca ensinar fact-checking a cidadãos de qualquer idade e qualquer nível educacional.

Diante da velocidade com que as notícias falsas são produzidas e compartilhadas, a IFCN percebeu que o trabalho das plataformas de checagem, sozinhas, não será suficiente. A busca pela verdade no mar de informações que chegam às pessoas todos os dias é um trabalho que demanda muito mais pessoas. Assim sendo, a associação faz hoje um convite aberto a educadores de todo o mundo para que se unam na guerra contra a manipulação e os dados falsos.

“O EduCheckMap aponta para cursos online, planos de aula, jogos, artigos, pôsteres educativos e muitas outras ferramentas”, diz Cristina Tardáguila, fundadora da Lupa e diretora adjunta da IFCN.

Outra ferramenta relevante disponível no FactCheckingDay.com é o Fact-Check It!. Trata-se de um plano de aula que consiste num jogo de cartas que estimula o pensamento crítico, o diálogo baseado em fatos verificáveis e as habilidades analíticas entre os alunos. O jogo se passa no fictício país Agritania, onde o debate sobre um referendo para proibir alimentos geneticamente modificados foi truncado por mentiras e alegações duvidosas. Os estudantes trabalham na redação do “Agritania Today” e precisam checar 25 notícias diferentes para ajudar nas matérias que serão publicadas no dia da votação. Há uma versão em português.

Por fim, há um questionário que testa a capacidade dos alunos de perceber se uma notícia é falsa ou não, além artigos com dicas básicas de verificação.

LupaEducação faz 2 anos

E não há dúvidas de que a demanda por treinamento em fact-checking aumentou junto com a disseminação de notícias falsas.

Desde que foi criado, o programa LupaEducação realizou 50 palestras e seminários em 15 estados e no Distrito Federal, além de Espanha e Portugal, alcançando cerca de quatro mil pessoas. Em oficinas, treinou quase 100 alunos em escolas do Rio de Janeiro.

No dia 11 de maio, de 10h às 12h, realiza a segunda edição de seu curso online sobre como identificar imagens manipuladas ou retiradas de seu contexto original. O objetivo é explicar como se utilizam as ferramentas básicas de checagem de imagem presentes no dia a dia de trabalho de um fact-checker, recursos acessíveis até de um smartphone. As inscrições estão abertas aqui.

E também segue ativo o projeto Fake ou News, uma parceria da Lupa com o Canal Futura – com apoio do Google. No site FakeouNews.org, há conteúdos explicativos que também podem ajudar aos que querem dar os primeiros passos no mundo da checagem. Artigos como “Por que checar antes de publicar ou compartilhar uma informação?”, “Será que essa informação está dentro do contexto?” e “Nem tudo que se vê (e se ouve) é real”. Não deixe de visitar e feliz Dia Internacional da Checagem.

Editado por: Cristina Tardáguila

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo