A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falsa a capa da revista Charlie Hebdo criticando censura do STF à Crusoé 

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
24.abr.2019 | 11h06 |

Circula nas redes sociais a imagem de uma suposta capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo, com caricaturas do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e do ministro do STF Alexandre de Moraes. Segundo a postagem, a publicação teria criticado a censura imposta por Moraes à revista Crusoé e ao site O Antagonista, na semana passada. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:


“Deu no Charlie Hebdo: um mar de corrupção”
Legenda de post que, até as 10h do dia 24 de abril de 2019, tinha sido compartilhado mais de 13,5 mil vezes no Facebook

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é falsa. A decisão de Alexandre de Moraes determinando que a revista Crusoé e o site O Antagonista retirassem do ar a reportagem “O amigo do amigo de meu pai”, que ligava o ministro Dias Toffoli a uma delação de Marcelo Odebrecht, foi feita na sexta-feira (12). De lá até esta quarta-feira (24), a Charlie Hebdo publicou apenas uma capa, e nela trata sobre o incêndio da catedral de Notre Dame, em Paris – não da censura do STF.

Além disso, vale destacar que a foto foi adulterada. No registro original, feito pelo fotógrafo da Reuters Eric Gaillard, um homem de fato lê a Charlie Hebdo. No entanto, trata-se de uma edição de janeiro de 2015 – a primeira publicada após o ataque que deixou onze mortos na redação do semanário satírico.

Checagem semelhante foi feita pelos sites Aos Fatos e Estadão Verifica.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Maurício Moraes e Cristina Tardáguila

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo