A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que presidente do Chile tenha prometido atacar Venezuela caso Guaidó seja ‘tocado’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.abr.2019 | 18h46 |

*Com reportagem do Ecuador Chequea

Circula nas redes sociais uma declaração supostamente feita pelo presidente do Chile, Sebastián Piñera, na qual ele ameaça invadir a Venezuela caso o presidente autodeclarado do país, Juan Guaidó, seja ‘tocado’ pelas tropas leais a Nicolás Maduro. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Se tocarem em Guaidó, em duas horas tropas aéreas chilenas entrarão na Venezuela”
Declaração atribuída ao presidente do Chile, Sebastián Piñera, em imagem que circula no Whatsapp e no Facebook

FALSO

Nesta terça-feira (30), o presidente do Chile, Sebastián Piñera, realizou um pronunciamento no qual falou, entre outros assuntos, sobre a situação da Venezuela (assista aqui a partir do sexto minuto). Em momento, algum ele fez qualquer ameaça de invasão ao país, com o qual, aliás, o Chile nem sequer faz fronteira.

No pronunciamento, Piñera declarou “sólido e inquebrantável” apoio a Juan Guaidó, a quem se referiu como “presidente democrático” da Venezuela. O chileno chamou Nicolás Maduro de “ditador” e defendeu uma transição pacífica para a democracia. “A forma que essa ditadura termina deve ser pacífica, dentro do marco da Constituição venezuelana”, reforçou.

No Twitter, Piñera também defendeu uma solução pacífica para a Venezuela. “Reiteramos nosso total apoio ao presidente Guaidó e a democracia na Venezuela. A ditadura de Maduro deve terminar pela força pacífica, e dentro da Constituição do povo venezuelano. Assim se restabelecerão as liberdades, a democracia, os direitos humanos e o progresso na Venezuela”, tuitou o presidente chileno na manhã desta terça.

Nota 1: Nas próximas horas, um grupo de checadores da América Latina trabalhará de forma colaborativa na análise de notícias relacionadas aos eventos da Venezuela. Acompanhe a publicação desse material nas redes sociais, pela hashtag #VENfacts.

Nota 2: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo