A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Berthold Werner
Foto: Berthold Werner

Israel sob a Lupa: o que é falso e o que é verdadeiro em memes sobre o país

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
07.maio.2019 | 14h44 |

Desde o início do ano, uma série de imagens sobre Israel circula em aplicativos de mensagem, como o WhatsApp, e em redes sociais. As fotos são acompanhadas de frases  que descrevem a posição do país em diversos rankings ou mencionam feitos israelenses. O compartilhamento dessas informações se intensificou após a visita que o presidente Jair Bolsonaro fez a Israel, no fim de março. A Lupa verificou as informações que constam em algumas das imagens compartilhadas. Veja o resultado:

“Israel é um dos cinco países com mais patentes no mundo”

FALSO

Israel ficou em 15º lugar no ranking mundial de patentes da World Intellectual Property Organization (Wipo) divulgado em 2018. A China encabeçou a lista com 1,3 milhão de pedidos e 485 mil patentes concedidas. Em segundo lugar ficaram os Estados Unidos. Completam o top 10 Japão, Coreia do Sul, Alemanha, França, Grã-Bretanha, Suíça, Holanda e Rússia.

O Brasil ficou no 24º lugar na lista global, com 22 mil depósitos de pedidos de patentes analisados e 4 mil patentes concedidas.


“Israel tem a quarta maior força aérea do mundo (depois dos EUA, Rússia e China)”

FALSO

Desde 2006, o site Global Firepower divulga o ranking das maiores potências militares do planeta. Com um total de 595 aeronaves, Israel ocupou a 18ª colocação no quesito Força Aérea. A quarta maior força aérea do mundo, depois dos Estados Unidos, da Rússia e da China, é a Índia.


“Israel investe 4,3% do PIB em pesquisa e desenvolvimento, um dos mais altos do mundo”

VERDADEIRO

Israel investe 4.5% de seu Produto Interno Bruto (PIB) em pesquisa e desenvolvimento. A proporção é a segunda mais alta do mundo, atrás apenas da Coreia do Sul, que investe 4,6% de seu PIB em pesquisa e desenvolvimento. Os dados são da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e se referem ao ano de 2017.


“Israel tem uma das maiores porcentagens no mundo de computadores domésticos per capita”

EXAGERADO

Em Israel, 82,4% das casas contam com computador pessoal, segundo a União Internacional de Telecomunicações, agência da ONU especializada em tecnologias de informação e comunicação. Ainda que esteja acima da média mundial, o país ocupa apenas a 26ª posição no ranking. A Islândia, onde 98,1% das casas contam com computador pessoal, lidera.

O Brasil ocupa a 66ª posição com 51,95% dos lares com computadores. Os números mais recentes são referentes ao ano de 2016 e contemplam 149 países.  


 

“24% da força de trabalho de Israel detem diploma universitário”

SUBESTIMADO

Mais da metade da população israelense (51%) em idade de trabalho (entre 25 e 64 anos) tem ensino superior. Junto com o Japão este é o melhor desempenho dos países membros da OCDE. Israel também tem um dos melhores índices educacionais se considerada apenas a população entre 25 e 34 anos – 48% dela tem diploma universitário, acima da média dos países da OCDE, que é de 44%. Os números foram extraídos do estudo Education at a Glance de 2018.     


“Jerusalém possui 5,5 mil startups”

FALSO

De acordo com rankings elaborados por sites independentes, Jerusalém não tem 5500 startups. O Startup Ranking, catálogo que analisa startups de 188 países, mostra Israel com 814 empresas do tipo. O país aparece até mesmo atrás do Brasil, que fica na 10ª posição (com 1.076 startups)


“Os israelenses consomem a terceira maior quantidade de vegetais (…) do mundo”

VERDADEIRO, MAS

Israel tem o terceiro maior consumo per capita de vegetais quando considerados apenas os 36 países da OCDE. O israelense come uma média de 72.9 gramas diárias de vegetais. O país fica atrás da Coreia do Sul e da Nova Zelândia. Os dados são referentes ao ano de 2017.  

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo