A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É montagem foto de manifestante exigindo que mendigos paguem IPTU

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
21.maio.2019 | 18h24 |

Circula nas redes sociais foto de uma mulher segurando um cartaz com os dizeres “até quando mendigo vai ficar sem pagar IPTU?” Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Até quando mendigo vai ficar sem pagar IPTU? #Chegademamata”
Texto de cartaz em imagem publicada no Facebook que, até as 16h do dia 21 de maio, já tinha sido compartilhada mais de 600 vezes

FALSO

A imagem analisada pela Lupa circula desde 2015 e é uma montagem. Na foto original, de autoria do fotógrafo Clayton de Souza, do jornal O Estado de S.Paulo, a mulher retratada segura um cartaz com os seguintes dizeres: “eu sou contra a PEC 37 porque apenas três países no mundo proíbem que o MP investigue crimes: Uganda, Quênia e Indonésia”.

A imagem foi feita em junho de 2013, em um protesto do Ministério Público de São Paulo contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37/2011 – que restringia os poderes de investigação do Ministério Público. Apelidada de “PEC da impunidade”, a proposta foi rejeitada pela Câmara no mesmo mês.

Esse conteúdo foi verificado pelo site e-Farsas em 2018, e voltou a circular nas redes na última semana.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo